Arrependimento

Bolinha, o pintinho fujão

        Bolinha era um pintinho amarelinho e gordinho. Ele parecia mesmo uma bolinha. Bolinha estava triste no galinheiro.         - vou me embora daqui, disse ele. Minha casa é feia. Quero uma casa bonita,...

O fujão

          Paulinho fugira de casa. Por mais que quisesse ir sozinho, Pitoco o cãozinho, ia a acompanhá-lo.           - Não volto mais, nunca mais......

Verdugo e vítima

        O rio transbordava.         Aqui e ali, na crista espumosa da corrente pesada, boiavam animais mortos ou deslizavam  toras e ramarias.         Vazantes em torno davam expansão ao crescente lençol...

O ensino da sementeira

        Certo fazendeiro, muito rico, chamou o filho de quinze anos e disse-lhe:         - Filho meu, todo homem apenas colherá daquilo que plante. Cuida de fazer bem a todos, para que sejas feliz.         O...

Lágrimas de arrependimento

Ciro gostava muito de brincar no quintal de sua casa. À sombra acolhedora de uma grande árvore, ele passava horas, distraído com seus brinquedos. Era um lugar fresco e agradável, onde a luz do sol filtrava-se suavemente, e onde, muitas vezes, ele até adormecia com a cabeça apoiada em suas raízes...