O que acha o irmão?

João Neves, moço de muita fé, sempre recorria aos préstimos de benfeitor desencarnado que ajudava aos doentes por intermédio das faculdades psicofônicas de conhecida médium.
Por mais de cinco anos consecutivos, o Espírito amigo tratava da saúde de João, através de passes, com inexcedível paciência.
Certo dia, incorporado ao médium, o caridoso amigo considerou:
- João, tudo temos feito por suas melhoras. Entretanto o problema gástrico está renitente.
E ajuntou:
- Que comeu você hoje no almoço?
O rapaz informou presto:
- Comi feijão e arroz, um prato de saladas, dois pães com manteiga, dois bifes, quatro ovos e duas xícaras de café quente. É... – e relanceando o olhar pela sala, como se recorresse à memória, acrescentou:
- Parece que foi só isso.
Notando que o espírito silenciara, João indagou:
- Que acha o irmão?
O benfeitor sorriu, através da médium, e respondeu:
- Eu, João? Que posso falar? Penso apenas que o único remédio em seu caso seria Deus conceder a você dois estômagos...
( A vida escreve. Espírito Hilário Silva. Psicografado por Chico Xavier)

Passatempo Espírita © 2013 - 2021. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode