Nos serviços de salvação

Não peça auxílio exclusivo para as suas necessidades.

Trabalhe a benefício de todos.

 

 Não busque compensação julgando-se favorito da divindade.

Valorize o serviço de seus irmãos.

 

 Não perca o seu tempo em lamentações infindáveis.

Você pode despender as horas com grande utilidade para os outros e para você mesmo.

 

 Não se detenha na glorificação dos próprios atos.

Há muita gente praticando o bem nos caminhos da vida, sem oportunidade de propaganda.

 

 Não fixe as cicatrizes do próximo, destacando as bênçãos que lhe cercam a estrada.

A experiência humana modifica-se de minuto a minuto.

 

 Não se demore na excessiva indicação do caminho certo aos pés alheios.

Lembre-se de que você será também obrigado a marchar para os testemunhos.

 

 Não espere pela cooperação estranha no trabalho salvacionista.

A expectativa inoperante no bem avizinha-se da preguiça.

 

 Não intoxique o seu corpo com as aplicações indiscriminadas de substância medicamentosa.

Equilibre seu espírito para que a causa iluminada produza efeitos felizes.

 

 Não revele os defeitos alheios para acobertar as próprias faltas.

A Eterna Justiça conhece-nos a todos de perto.

 

 Não gaste impensadamente os seus dias na pregação desesperada de princípios renovadores, que você mesmo tem dificuldade de abraçar.

Corrijamos em nós o que nos aborrece nos outros e Jesus fará o resto pela felicidade do mundo inteiro.

 

(Cartas do Coração. Bezerra de Menezes. Psicografado por Chico Xavier)