Dinâmica - Virtudes de Jesus

Objetivo: Identificar as virtudes  de Jesus nos  trechos  descritos pelos quatro Evangelhos.

Participantes: Indefinido.

Tempo Estimado: Indeterminado.

Material: Várias Bíblias (conforme a quantidade de alunos), papel sulfite, lápis de escrever, canetinha e borracha.

Descrição: O evangelizador deverá fornecer um ou dois capítulos específicos do Evangelho de Lucas, Marcos, Mateus ou João para que cada aluno procure os versículos que mostrem uma virtude de Jesus descrita através das suas atitudes ou palavras. Por exemplo, quando Jesus disse: "Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou" (João 6:38), Ele nos mostrou a virtude da obediência. (Veja logo abaixo exemplos de outras virtudes nas citações bíblicas). Depois o aluno deverá escrever o trecho (com o nome do livro, capítulo e o versículo) numa folha de sulfite, e explicar para os demais colegas qual foi a virtude que identificou naquela frase.

Obs.1: Na aula anterior avise aos alunos que deverão levar a sua Bíblia ou novo testamento para próxima aula, para que todos possam realizar a dinâmica.

Obs.2: Poderá haver virtudes em outras citações bíblicas que não foram colocadas aqui, no entanto, elas poderão ser utilizadas caso algum aluno as encontre na bíblia.

 

Citações bíblicas:

1.  Virtude: Fé.

E Pedro, lembrando-se, disse-lhe: Mestre, eis que a figueira, que tu amaldiçoaste, se secou.
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus;
Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. (Marcos 11:21-23)
Senhor, tem misericórdia de meu filho, que é lunático e sofre muito; pois muitas vezes cai no fogo, e muitas vezes na água;
E trouxe-o aos teus discípulos; e não puderam curá-lo.
E Jesus, respondendo, disse: Ó geração incrédula e perversa! até quando estarei eu convosco, e até quando vos sofrerei? Trazei-mo aqui.
E, repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou. (Mateus 17:15-18)

Comentário: Jesus possuía confiança em Deus, realizava muitas obras através Dele.

 

2. Virtude: Obediência

Pois não falei por mim mesmo, mas o Pai que me enviou me ordenou o que dizer e o que falar. (João 12:49)

Comentário: Jesus cumpriu a vontade de Deus, e dizia o que o Pai lhe ordenava falar.

 

3. Virtude: Fidelidade.

Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.
E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome;
E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.
Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. (Mateus 4:1-4)

E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.
E, voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo?
Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. (Mateus 26:39-41)

Comentário: Jesus era fiel a Deus, jamais caiu em tentação do mal.

 

4. Virtude: Amor.

"Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. (João 10:11)

 Comentário: Jesus possuía o sentimento mais elevado,  deu a sua vida por toda a humanidade.

 

5. Virtude: Perdão.

Jesus disse: "Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo". Então eles dividiram as roupas dele, tirando sortes. (Lucas 23:34)

Comentário: Jesus não sentia rancor pelas ofensas recebidas.

 

6. Virtude: Justiça.

Pois o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos, e então recompensará a cada um de acordo com o que tenha feito. (Mateus 16:27)

Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou. (João 5:30)

Comentário: Jesus recompensava a cada um segundo as suas obras.

 

 7. Virtude: Tolerância.

Durante uma refeição na casa de Levi, muitos publicanos e pecadores estavam comendo com Jesus e seus discípulos, pois havia muitos que o seguiam.
(Marcos 2:15)

Estando Jesus em casa, foram comer com ele e seus discípulos muitos publicanos e pecadores. Vendo isso, os fariseus perguntaram aos discípulos dele: "Por que o mestre de vocês come com publicanos e pecadores?" (Mateus 9:10-11)

Veio o Filho do homem, comendo e bebendo, e vocês dizem: "Aí está um comilão e beberrão, amigo de publicanos e pecadores. "(Lucas 7:34)

Comentário: Jesus não discriminava as pessoas pela sua raça ou crença, convivia com pecadores e publicanos.

 

8. Virtude: Paciência.

Quando Herodes viu Jesus, ficou muito alegre, porque havia muito tempo queria vê-lo. Pelo que ouvira falar dele, esperava vê-lo realizar algum milagre. Interrogou-o com muitas perguntas, mas Jesus não lhe deu resposta. (Lucas 23:8-9)

Então Pilatos lhe perguntou novamente: "Você não vai responder? Veja de quantas coisas o estão acusando". Mas Jesus não respondeu nada, e Pilatos ficou impressionado. (Marcos 15:4-5)

Comentário: Jesus sabia esperar, adotava o silêncio diante da ignorância de seus perseguidores.

 

 9. Virtude: Sabedoria.

 Quando acabou de contar essas parábolas, Jesus saiu dali. Chegando à sua cidade, começou a ensinar o povo na sinagoga. Todos ficaram admirados e perguntavam: "De onde lhe vêm esta sabedoria e estes poderes milagrosos? (Mateus 13:53-54)

Os judeus ficaram admirados e perguntaram: "Como foi que este homem adquiriu tanta instrução, sem ter estudado?" Jesus respondeu: "O meu ensino não é de mim mesmo. Vem daquele que me enviou. (João 7:15-16)

Comentário: Jesus orientava o povo com seus ensinamentos divinos.

 

10. Virtude: Caridade.

 Jesus foi por toda a Galileia, ensinando nas sinagogas deles, pregando as boas-novas do Reino e curando todas as enfermidades e doenças entre o povo. Notícias sobre ele se espalharam por toda a Síria, e o povo lhe trouxe todos os que sofriam de vários males e tormentos: endemoninhados, loucos e paralíticos; e ele os curou. (Mateus 4:23-24)

Comentário: Jesus curava e auxiliava as pessoas sem receber nada em troca.


11. Virtude: Humildade.

Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei os seus pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros. Eu dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz. Digo verdadeiramente que nenhum escravo é maior do que o seu senhor, como também nenhum mensageiro é maior do que aquele que o enviou. (João 13:14-16)

Comentário: Jesus não se colocava acima dos outros, servia a todos sem distinção.

 

12. Virtude: Sinceridade.

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações; por isso sofrereis mais rigoroso juízo. (Mateus 23:14)

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundície. (Mateus 23:27)

Comentário: Jesus dizia sempre a verdade e desmascarava os escribas e fariseus hipócritas.

 

13. Virtude: Pacificador.

Eu, porém, vos digo que não resistais ao mau; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra. (Mateus 5:39)

Então, aproximando-se eles, lançaram mão de Jesus, e o prenderam. E eis que um dos que estavam com Jesus, estendendo a mão, puxou da espada e, ferindo o servo do sumo sacerdote, cortou-lhe uma orelha.Então Jesus disse-lhe: Embainha a tua espada; porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão.(Mateus 26:50-52)

Comentário: Jesus era manso e contrário ao uso da violência.

 

14. Virtude: Resignação.

Então Pilatos mandou açoitar Jesus. Os soldados teceram uma coroa de espinhos e a puseram na cabeça dele. Vestiram-no com uma capa de púrpura, e, chegando-se a ele, diziam: "Salve, rei dos judeus!" E batiam-lhe no rosto. (João 19:1-3)

Estava ali uma vasilha cheia de vinagre. Então embeberam uma esponja nela, colocaram a esponja na ponta de um caniço de hissopo e a ergueram até os lábios de Jesus.

Tendo-o provado, Jesus disse: "Está consumado!" Com isso, curvou a cabeça e entregou o espírito. (João 19:29-30)

Comentário: Jesus aceitou o sofrimento da crucificação.
 

 15. Virtude: Bom ânimo.

"Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16:33)

 Comentário: Jesus não desanimou diante das dificuldades e venceu todos os obstáculos.

 

Comentário Geral: Jesus possui essas virtudes e tantas outras, pois é um espírito perfeito. Segundo o livro dos espíritos (questão 625), "Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque, sendo ele o mais puro de quantos têm aparecido na Terra, o Espírito Divino o animava."

(Baseada na Bíblia: Evangelho de Lucas, Marcos, Mateus e João)