Dinâmica - Prece por você e pelos outros

Objetivo:  Compreender que  podemos orar pelos outros e por nós mesmos, não sendo, portanto, necessário fazer pedidos de orações para o dirigente do Centro ou médium (exceto em casos de obsessão grave que precisa da ajuda do grupo da reunião de Desobsessão).
Participantes: Indefinido.
Tempo Estimado:10 min.
Material: papel sulfite A4 (1/4 para cada aluno), lápis de escrever, borracha, caixa de papelão, O Evangelho Segundo o Espiritismo.
Descrição: Primeiramente, entregue da folha de papel e lápis de escrever para cada aluno. Depois, peça para que eles escrevam o seu nome e algo que está lhe causando preocupação em forma de pedido de oração para si mesmo ou para outra pessoa.  (por exemplo: prece por você ou para alguém que está doente, para afastar um mau Espírito,  por você ou alguém que está sofrendo obsessão, para pedir proteção contra o mal, para corrigir um defeito seu, para pedir um conselho para resolver uma situação dificíl, para pedir força para enfrentar uma dificuldade, para resistir a uma tentação, por um suicida, por alguém que morreu).  O Evangelizador deve ainda esclarecer que  " a vossa prece deve conter o pedido das graças de que necessitais, mas de que necessitais em realidade. Inútil, portanto, pedir ao Senhor que vos abrevie as provas, que vos dê alegrias e  riquezas. Rogai-lhe que vos conceda os bens mais preciosos da paciência, da resignação e da fé. Não digais, como o fazem muitos: “Não vale a pena orar, porquanto Deus não me atende.” Que é o que, na maioria dos casos, pedis a Deus? Já vos tendes lembrado de pedir-lhe a vossa melhoria moral? Oh! não; bem poucas vezes o tendes feito." (O Evangelho Segundo o Espiritismo. Cap. 27. Item 22. Allan Kardec). Depois devem dobrar o papel, e todos devem colocar o seu pedido numa caixinha. O Evangelizador deverá misturar bem os papéis da caixa, e pedir para que cada um pegue um pedido de oração de um outro colega para orar por ele, e orar por você também, durante a semana inteira. Além disso, na próxima aula, deverá levar uma  mensagem de esperança para ele, escrita no papel.
Obs.1: Se o aluno tiver dificuldades de escrever o pedido de oração, indique a leitura do índice do capítulo 28 - Coletânea de preces espíritas, do livro " O Evangelho Segundo o Espiritismo " de Allan Kardec, para encontrar a sugestão de prece no item relacionado ao seu pedido.
Obs.2: Se o aluno pegar o seu próprio bilhete, devolva e pegue outro.
Comentário:  " (...) orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz." (Tiago 5:16)
A prece é um ato de adoração. Orar a Deus é pensar nele; é aproximar-se dele; é pôr-se em comunicação com Ele.   Aquele que ora com fervor e confiança é mais forte contra as tentações do mal e Deus lhe envia bons Espíritos para o assistir. E um socorro jamais recusado quando pedido com sinceridade. O essencial não é orar muito, mas orar bem. Certas pessoas julgam que todo mérito está na extensão da prece, enquanto fecham os olhos aos seus próprios defeitos. Para elas a prece é uma ocupação, um meio de empregarem o tempo, mas não um estudo de si mesmas. (...)Ore cada um segundo suas convicções e do modo que julgue mais conveniente, porquanto a forma nada vale e o pensamento é tudo. A sinceridade e a pureza de intenção, eis o essencial. Um bom pensamento vale mais do que grande número de palavras, que se assemelham ao ruído de um moinho, mas onde o coração em nada toma parte. (O Espiritismo na sua expressão mais simples. Máximas extraídas do ensino dos Espíritos. Allan Kardec)
(Baseada em autor desconhecido)

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode