Dinâmica - Paulo: um perseguidor que foi escolhido por Jesus

Objetivo: Mostrar quais foram os motivos para Jesus Cristo ter escolhido  Paulo de Tarso para divulgar a Boa Nova (Evangelho), sendo que era um perseguidor de cristãos.
Participantes: Máximo 16 (duplas) .
Tempo Estimado:  50 min.
Material: figuras, bilhetes com os trechos bíblicos (total: 8) , 8 Bíblias, lousa e giz.
Descrição: O Evangelizador deverá colocar figuras na parede (médico, motorista, professor) e começar a dinâmica fazendo o seguinte comentário: "Vou lhes fazer algumas  perguntas e quero que respondam:  Médico: Vocês confiariam num médico sem experiência para fazer uma cirurgia que precisa realizar?
Motorista: Vocês fariam uma viagem com um motorista que nunca dirigiu um ônibus e tem pouca experiência no volante?
Professor: Vocês fariam um curso com um professor que não apresenta capacidade, habilidade e conhecimento sobre o tema do curso?  Certamente as respostas serão negativas, tendo em vista a falta de preparação desses profissionais.
Então, por que será que Jesus Cristo escolheu Saulo, que era inimigo do Cristianismo,  para divulgar sua Doutrina? (Escreva na lousa esta pergunta) Ora, porque será que o Senhor se manifestou ostensivamente ao adversário declarado de sua Doutrina, provocando-lhe de tal maneira a conversão? Provavelmente não saberão responder...
Portanto, depois destas perguntas, o Evangelizador deverá dizer que foram vários os motivos ou razões, e que eles receberão alguns trechos bíblicos para tentar descobrir quais são eles. Sendo que cada dupla deverá descobrir apenas um motivo (uma razão). Neste momento, o Evangelizador deverá distribuir um bilhete com os trechos bíblicos para cada dupla de alunos (total: 8 duplas), juntamente com uma bíblia e pedirá para que leia em silêncio. Após feito isto, o Evangelizador deverá perguntar para cada dupla se encontrou um dos motivos. Caso não saibam responder, peça para dizerem qual é o assunto principal dos trechos bíblicos que receberam, logo em seguida faça a devida correção, e revele a resposta correta, lendo o comentário e escrevendo na lousa as frases em destaque.

Os motivos de Jesus Cristo ter  escolhido Paulo são:
DUPLA  1 - Leia: Atos 8:1-3, João 15:13-17 , Romanos 14:8, Gálatas 1:23.
Comentário:  JESUS CRISTO ERA AMIGO DE SAULO, APESAR DELE TER PERSEGUIDO OS CRISTÃOS - Saulo era inimigo de Jesus, porque o desconhecia; e Jesus era seu amigo, porque sabia muito bem quem era ele. A verdade tem tido, e terá em todos os tempos, inimigos; porém, ela não é inimiga de ninguém. A verdade sabe que os que a combatem o fazem na ignorância do que ela seja. E Jesus é a verdade. Quando os Saulos chegam a perceber e a sentir o esplendor da verdade, transformam-se logo em Paulos. Demais, Saulo estava mais perto da verdade, perseguindo-a, que muitos dentre aqueles que a defendiam com os lábios. A verdade não se deixa enganar; conhece perfeitamente os que dela se tornam dignos. Não julga pelas aparências; sonda o íntimo, penetra o âmago dos corações, revelando-se aos que de fato a buscam e querem. O traço indelével do caráter de Saulo era a sinceridade. (Em torno do Mestre. Saulo e Paulo. Vinícius)

DUPLA 2 -  Leia: Romanos 8:35-39; Filipenses 3:6-21.
Comentario:  PAULO TINHA FIRMEZA DE CARÁTER, CONVICÇÃO E FIDELIDADE PARA DEFENDER A VERDADE - O Apóstolo Paulo, demonstrando sua lealdade, sua constância, sua fidelidade, sua firmeza de caráter, dizia: “Quem me separará do amor de Cristo?” A fidelidade é a pedra de toque com que se prova o grau do caráter do homem. (Parábolas e ensinos de Jesus.  Parábola do Administrador infiel. Cairbar Schutel). O caráter ardente e apaixonado é capaz de transformações completas e grandes surtos de progresso. É o que se verifica com o converso de Damasco. Quando Saulo, era fanático, e, como tal, capaz das maiores iniquidades. Convertido, como Paulo, revelou-se um herói na defesa da verdade, um mártir na propaganda da nova fé que abraçara. (Nas pegadas do Mestre. Nem frio e nem quente. Vinícius)

DUPLA 3 - Leia: Atos 9:4-5,15; 16:7 e 23:11, Gálatas 1:11-12, 1Tessalonissenses 2:4-6.
Comentário: PAULO ERA MÉDIUM,  RECEBIA OS ENSINAMENTOS DIRETAMENTE DE JESUS CRISTO, E JÁ ESTAVA DESTINADO, ANTES DE NASCER, A CUMPRIR ESSA MISSÃO - Jesus Cristo disse que Paulo era o “Vaso escolhido” , ou seja, era o médium escolhido adequado à recepção da vontade divina . O ato de escolher pressupõe, obviamente, uma decisão anterior, ou seja, Paulo estava destinado, já ao nascer – e isso ele próprio confirmaria mais tarde – à tarefa de divulgar a palavra de Jesus. Andara transviado, não apenas esquecido dela, mas temporariamente hostil a ela. (...) Semelhantes esquecimentos e até transviamentos ocorreriam várias vezes na História subsequente do cristianismo. Com Francisco de Assis, por exemplo, ou com Agostinho, que, antes de assumirem suas tarefas, também experimentaram outros caminhos ou descaminhos, até que fossem despertados para os compromissos acertados no mundo espiritual, de onde provinham. (Texto adaptado. Livro: Cristianismo: A mensagem esquecida. Cap. 11 - Paulo uma reflexão. Hermínio C. Miranda)

DUPLA 4 - Leia: Atos 22:3; 23:6; Gálatas 1:14.
Comentário: PAULO POSSUÍA CONHECIMENTO PROFUNDO SOBRE A LEI ANTIGA E OS PROFETAS, PRÉ-REQUISITO ESSENCIAL PARA ENSINAR A BOA NOVA AOS JUDEUS E GENTIOS - Paulo foi escolhido para levar aos gentios e judeus a Boa Nova, porque não havia ninguém melhor que um fariseu com conhecimento profundo do judaísmo como ele.  Paulo foi educado pelo mais ilustre doutor da lei de sua época (Gamaliel), Ele conhecia a lei antiga como poucos. (Texto adaptado. Fonte: https://adilsoncardoso.com/paulo-de-tarso/)

DUPLA 5 - Leia:1 Corintios 14:18,  2 Cor 11,26-27 e  Atos 17:1; 18:1-5; 22:2.
Comentário: PAULO ERA DOUTOR DA LEI, HOMEM CULTO E INTELIGENTE, QUE FALAVA VÁRIOS INDIOMAS, E ISTO LHE PERMITIU LEVAR O EVANGELHO PARA VÁRIOS PAÍSES - Paulo era um doutor da lei, homem culto, objetivo, dinâmico, inteligente, solidamente implantado na realidade. (Cristianismo: A mensagem esquecida. Cap.5 - O sistematizados. Hermínio C. Miranda). Paulo falava vários idiomas da época. Logo após a sua conversão viajou para diversos países, tais como: Corinto, Éfeso, Tessalônica, Roma, etc..  (Texto adaptado. Fonte: https://adilsoncardoso.com/paulo-de-tarso/)

DUPLA 6 - Leia: Atos 17:15-34; 18:4, 26:27-32,  Gálatas 3:28.
Comentário: PAULO CONHECIA A CULTURA DOS JUDEUS, GREGOS E ROMANOS E TINHA ARGUMENTOS PARA PERSUADI-LOS E CONVERTÊ-LOS EM CRISTÃOS - Por exemplo, havia em Atenas um local chamado Ágora,  praça pública, cuja reuniões aconteciam entre os cidadãos atenienses para tratar dos problemas da Polis (cidade). Todos poderiam apresentar suas teses, mas, para ser aceita e discutida o apresentador deveria convencer o público. A falta de persuasão resultava na rejeição do discurso. Se o argumento sobre Jesus e a salvação fosse rejeitado não seriam evangelizados. Eis outra razão para Jesus escolher Paulo de Tarso. (Texto adaptado. Fonte: https://adilsoncardoso.com/paulo-de-tarso/)

DUPLA 7 - Leia: 1Coríntios 1:17; Gálatas 2:11-21.
PAULO NÃO SE DEIXOU INFLUENCIAR PELAS ANTIGAS TRADIÇÕES DO JUDAÍSMO, QUE ERAM CONTRÁRIAS AOS ENSINOS DO CRISTO,  ASSIM COMO FIZERAM  ALGUNS APÓSTOLOS - Paulo de Tarso, assim que travou conhecimento com os ensinos da Boa Nova, deixou para trás todos os preconceitos e o apego às vãs tradições, para abraçar incondicionalmente os imorredouros preceitos legados por Jesus Cristo. Enquanto alguns dos apóstolos praticavam o batismo da água, Paulo proclamava que não veio para batizar, mas sim para evangelizar. Enquanto os apóstolos, ainda apegados às tradições da circuncisão, alimentavam sentimentos favoráveis à continuidade dessa prática, ele combatia frontalmente tudo aquilo que viesse a favorecê-la, não hesitando mesmo em enfrentar o Apóstolo Pedro, na cidade de Antióquia, refutando os ensinamentos do velho apóstolo e dizendo que eles eram preceitos de homens e não de Deus. (Os padrões evangélicos.  A letra que mata. Paulo Alves Godoy)

DUPLA 8 - Leia: Atos 16:37-40; 22:22-30; 23:27.
PAULO TINHA CIDADANIA ROMANA, QUE PERMITIA UM TRATAMENTO ESPECIAL, LIVRANDO-O DA MORTE E  ASSIM PODIA CUMPRIR  SUA MISSÃO  - Paulo mesmo em meio a tantas perseguições possuía algo positivo.  Era judeu de nascença, entretanto, possuía cidadania romana. Os cidadãos romanos gozavam de status social mais privilegiado que o dos estrangeiros, permitindo-lhes acesso à um tratamento especial por parte do estado. Foi o que o manteve vivo até completar a sua missão. (Fonte: https://adilsoncardoso.com/paulo-de-tarso/)

Comentário final: Paulo preencheu todos os requisitos necessários para realizar uma obra de tamanha magnitude.
"Podemos mesmo afirmar que Paulo de Tarso foi uma verdadeira cabeça de ponte, que serviu para a crescente difusão do Cristianismo, para a divulgação da consoladora doutrina revelada pelo maior dos missionários que já surgiram na Terra." (Os padrões evangélicos.  A conversão de Paulo.  Paulo Alves Godoy) "A convicção interior de que o Mestre “ia adiante dele” fez com que Paulo de Tarso suportasse cinco quarentenas de açoites, um apedrejamento, três açoites com varas, fome, sede, jejum e nudez, tudo com o objetivo de levar a palavra do Cristo a todas as nações." (2 Coríntios 11:25-27) (Os padrões evangélicos. Adiante de voz. Paulo Alves Godoy)" Transplantada para outras nações, a nova doutrina continuou a ser perseguida e o próprio Paulo pagou com a vida, na cidade de Roma, a ousadia de ter difundido as idéias monoteístas do Cristianismo num mundo grotesco, onde imperava a todo-poderosa religião pagã." (Os padrões evangélicos.  O estratagema dos Fariseus. Paulo Alves Godoy)
(Baseada na dinâmica de Sulamita Macedo e nos livros: Em torno do Mestre. Saulo e Paulo. Vinícius/ Nas pegadas do Mestre. Nem frio e nem quente. Vinícius / Cristianismo: A mensagem esquecida. Cap. 5 e 11 . Hermínio C. Miranda / Os padrões evangélicos. Paulo Alves Godoy / Bíblia / Artigo: Por que Deus escolheu Paulo de Tarso? Autor: Adilson Cardoso -  Professor de filosofia, teologia, hebraico e grego. Fonte: https://adilsoncardoso.com/paulo-de-tarso/ - Data da consulta: 03-03-22)

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode