Dinâmica - Parábola do mordomo infiel

Objetivo: Compreender  o motivo pelo qual  devemos ajudar a saldar a dívida dos devedores , assim como fez o mordomo infiel na parábola contada por Jesus (Lucas 16:1-11).

Participantes: Indefinido.

Tempo Estimado: 8 min.

Material: Lousa com giz.

Descrição: Antes de contar a parábola do mordomo Infiel, o evangelizador deverá fazer a seguinte pergunta  para todos: Se vocês tivessem herdado  uma grande fortuna  do seu pai  e  pudessem ajudar   pessoas carentes e sofredoras  a  saldar  parte de suas dívidas  com esse dinheiro ,  como vocês acham que elas iriam reagir  diante deste gesto de solidariedade?  (Espere que os alunos respondam e  anote as respostas pertinentes na lousa) .

Comentário: Com certeza essas pessoas ficariam muito gratas e felizes , porque você  aliviou o  sofrimento delas.  Além disso, poderão se tornar suas amigas. Em outras palavras, isto significa  que se utilizarmos  os bens materiais que recebemos por empréstimo de Deus  para ajudar  a diminuir a dívida dos devedores, sabendo que  todos nós possuímos dívidas de vidas passadas,  estaremos  conquistando amigos ,  que poderão nos ajudar, mesmo após a morte. Mas lembrem-se: faça o bem sem esperar recompensa! Esta e outras lições  veremos agora , na parábola do mordomo infiel,  contada por Jesus.

(Baseada no livro Parábolas Evangélicas. Cap. 22. Rodolfo Calligaris)