Dinâmica - Ocasionar doenças x Promover saúde

Objetivo: Saber quais atitudes podem ocasionar doenças ou  promover saúde.    

Participantes: Máximo 20 alunos.

Tempo Estimado: 25 min.

Material: Cartolina, palavras, cola bastão, tesoura e fita crepe.

Descrição: O Evangelizador deverá, previamente, dividir a cartolina em duas colunas, onde deverá estar escrito "Ocasionar doenças x Promover saúde".  Na sala de aula, deverá colar a cartolina sobre a parede e fazer o seguinte comentário:" Sabemos que os pensamentos e atos podem ocasionar doenças tanto quanto podem promover saúde. Portanto, hoje vamos fazer uma reflexão sobre isto. "   Logo após, cada aluno irá receber 1 frase, e diante da turma, deverá explicar por qual motivo considera  aquela atitude um elemento que possa ocasionar  doenças ou promover saúde. E, logo em seguida, deverá colar a frase no respectivo local da cartolina.

 

Frases: Ocasionar doenças

Alimentar-se em  excesso

Consumir bebidas alcoólicas

Usar drogas

Cultivar pensamentos ruins

Participar de brigas e discussões

Ficar ansioso e nervoso

Guardar mágoa

Fumar

Não praticar exercícios físicos

 

Frases: Promover saúde

Praticar exercícios físicos

Fazer higiene corporal

Comer frutas,legumes e verduras

Realizar trabalho voluntário

Orar por aqueles que sofrem

Exercer a mediunidade (adulto)

Ler livros edificantes

Doar fluídos vitais através do passe (adulto)

Dividir o seu lanche com um colega

Dormir no mínimo 8 horas por dia

 

Obs.: Tudo que é feito em excesso, mesmo que seja uma boa ação, poderá ocasionar doenças.  No livro "Obras Póstumas" o próprio Allan Kardec recebeu uma advertência dos espíritos com relação ao trabalho em excesso, que dizia assim: "Precisas de repouso; as forças humanas têm limites que o desejo de que o ensino progrida te leva muitas vezes a ultrapassar. Estás errado, porquanto, procedendo assim, não apressarás a marcha da Doutrina, mas arruinarás a tua saúde e te colocarás na impossibilidade material de acabar a tarefa que vieste desempenhar neste mundo. A tua enfermidade atual não é mais do que resultado de um dispêndio incessante de forças vitais, sem dar tempo a que se efetue a reparação necessária, e a um aquecimento do sangue produzido pela falta absoluta de repouso. Sem dúvida, nós te sustentamos, porém sob a condição de que não desfaças o que fizermos. " (Obras Póstumas. Instrução relativa à saúde do Sr. Allan Kardec)

Comentário: "O pensamento sombrio adoece o corpo são e agrava os males do corpo enfermo.

Se não é aconselhável envenenar o aparelho fisiológico pela ingestão de substâncias que o aprisionem ao vício, é imperioso evitar os desregramentos da alma que lhe impõem desequilíbrios aviltantes, quais sejam aqueles hauridos nas decepções e nos dissabores que adotamos por flagelo constante do campo íntimo.

Cultivar melindres e desgostos, irritação e mágoa é o mesmo que semear espinheiros magnéticos e adubá-los no solo emotivo de nossa existência, é intoxicar, por conta própria, a tessitura da vestimenta corpórea, estragando os centros de nossa vida profunda e arrasando, conseqüentemente, sangue e nervos, glândulas e vísceras do corpo que a Divina Providência nos concede entre os homens, com vistas ao desenvolvimento de nossas faculdades para a Vida Eterna.

Guardemos, assim, compreensão e paciência, bondade infatigável e tolerância construtiva em todos os passos da senda, porque somente ao preço de nossa incessante renovação mental para o bem, com o apoio do estudo nobre e do serviço constante, é que superaremos o domínio da enfermidade, aproveitando os dons do Senhor e evitando os reflexos letais que se fazem acompanhar do suicídio indireto."  (Pensamento e vida. Cap. 28. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)

(Baseada no livro: Pensamento e vida. Cap. 28. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)

Passatempo Espírita © 2013 - 2021. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode