Dinâmica - Efeito Manada

Objetivo: Perceber que as pessoas sofrem influência, quando estão observando os outros fazendo algo e as imitam sem qualquer tipo de senso crítico.
Participantes: Indefinido.
Tempo Estimado: 10 min.
Material: saco com balas mastigáveis (ou caixa com bombons de chocolate embalados).
Descrição: O Evangelizador deverá combinar, antecipadamente, com dois alunos (sem que os demais saibam) que eles deverão pegar uma bala no saco, após a sua ordem,  mas sobrarão balas, portanto, um deles deverá dizer que pegará mais uma bala, já que sobrou, e guardará no bolso. E o outro deverá dizer o mesmo, que acha que não tem problema pegar mais uma, já que está sobrando bastante; ou seja, eles irão influenciar os outros a pegar mais balas, mas não deverão contar para ninguém que isto foi combinado. Logo em seguida, o Evangelizador deverá  dar o saco com as balas   (numa quantidade superior a quantidade de alunos) para um dos alunos e deverá dizer que fará uma brincadeira e, portanto, cada um deverá passar o saco para o outro e pegar apenas uma bala, pois acha que não irá sobrar muito... Depois, logo em seguida, o Evangelizador deverá  sair da sala de aula, fechar a porta, deixando os alunos sozinhos por alguns minutos, dando uma desculpa de que precisará pegar um outro material que havia esquecido na biblioteca, mas na realidade ele deverá ficar atrás da porta ouvindo os alunos. Após todos pegarem uma bala, os dois alunos (atores) irão pegar mais uma bala, dizendo que está sobrando , sem revelar que foi combinado.  É bem provável que a maioria da classe imite os seus colegas e façam o mesmo. Então, depois disso o Evangelizador deverá voltar para classe, pegar o saco de balas e verificar se restou alguma bala...Se houver restado, o Evangelizador deverá parabenizar aqueles que seguiram a sua ordem e não sofreram a influência dos outros. Além disso, deverá revelar que aquela era a brincadeira, para que eles percebam que os espíritos encarnados ou desencarnadas influenciam tanto para bem, quanto para o mal. E que por isso, devem sempre vigiar os seus pensamentos, analisar a situação e não imitar o que os outros fazem, mesmo que a maioria esteja fazendo aquilo.
Obs.1: Se forem 10 alunos, por exemplo, a quantidade de balas deve ser o dobro da quantidade de alunos, menos um, portanto, o total de dezenove (20 - 1 =19) .
Obs.2: Este dinâmica é indicada para crianças na faixa etária do 7anos aos 13anos.
Obs.3: Antes de sair da sala, o Evangelizador deverá pedir para as crianças se comportarem, porém se escutar alguma briga, o Evangelizador deverá voltar para sala de imediato.
Comentário: As pessoas tendem a seguir outras em quem confiam, e quando estão em grupo, elas confiam piamente sem questionar.
Segundo Haroldo Dutra Dias, "A sociedade vive sob o efeito manada que ocorre quando as pessoas veem meramente os outros fazendo algo e imitam sem qualquer tipo de senso crítico.” (Haroldo Dutra Dias)
“Efeito Manada é o termo usado para descrever o comportamento de indivíduos em situações que quando em grupo reagem da mesma forma, embora não exista direção planejada.” (Wikipedia)
É possível sair do efeito manada? Sim. Conforme Haroldo, “Ser capaz de sair do efeito manada significa agir conscientemente, sem seguir as massas. Você tomará suas decisões por conta própria. Decisões pensadas, refletidas, utilizando o máximo das suas potencialidades em consciência” (Haroldo Dutra Dias)

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode