Dinâmica - Dupla vista

Objetivo: Avaliar o conhecimento dos alunos sobre o fenômeno da dupla vista.
Participantes: Indefinido.
Tempo Estimado: 10min.
Material: Cartolina, frases verdadeiras e falsas (imprimir em papel A4), cola bastão, fita crepe, régua, tesoura, 3 sacos plásticos transparentes.
Descrição: O Evangelizador, previamente, deverá imprimir 3 folhas de papel sulfite com as frases ,  recortá-las e colocá-las em três sacos plásticos transparentes. Logo após, deverá escrever a palavra " Dupla Vista" na parte superior da cartolina  e dividi-la em três partes iguais, com o seguintes títulos abaixo: grupo 1, grupo 2 e grupo3. Na sala de aula, deverá colocar a cartolina na parede, dividir a turma em três grupos , distribuir para cada um deles um saco plástico com as frases verdadeiras misturadas com as falsas, e pedir para que cada grupo cole na cartolina somente aquelas que consideram verdadeiras (relativas ao fenômeno da dupla vista). No final, o grupo que acertar mais, será o vencedor, ou poderá ocorrer um empate.
Frases:
O fenômeno da dupla vista ocorre quando o indivíduo está dormindo. (F)
A visão a distância, provém de um deslocamento da alma, que então vê o que se passa nos lugares a que se transporta. (V)
Penetrando no mundo invisível, vê os Espíritos com quem lhe é possível estabelecer conversação. (V)
Conforme o grau de poder da faculdade, diz-se que a lucidez é maior ou menor.(V)
No momento em que o fenômeno da segunda vista se produz, o olhar do indivíduo apresenta alguma coisa de vago. (V)
Com o auxílio dessa faculdade é que certas pessoas vêem o interior do organismo humano e descrevem as causas das enfermidades.  (V)
Para o fenômeno da dupla vista ocorrer é preciso fixar a atenção em um objeto. (F)
A dupla vista é um fenômeno que não tem ligação com o corpo físico, portanto, não é hereditário. (F)
O indivíduo dotado de dupla vista não tem a possibilidade de visualizar cenas do passado e nem do futuro. (F)
Aquele que é dotado de dupla vista  vê com os olhos da alma e a prova está em que vê perfeitamente bem com os olhos fechados. (V)

Comentário: Sabendo de tudo isto, me respondam a pergunta: As pessoas dotadas de dupla vista podem ser consideradas médiuns? (Aguarde as respostas) Sim e não, conforme as circunstâncias. A mediunidade consiste na intervenção dos Espíritos; o que se faz por si mesmo não é um ato mediúnico. Aquele que possui a visão espiritual vê pelo seu próprio Espírito e nada implica a necessidade do concurso de um Espírito estranho; ele não é médium porque vê, mas por suas relações com outros Espíritos. Conforme sua natureza boa ou má, os Espíritos que o assistem podem facilitar ou entravar sua lucidez, lhe fazer ver coisas justas ou falsas...(Revista Espírita. Outubro de 1864. O sexto sentido e a visão espiritual. Allan Kardec).

(Baseada no  Livro dos Espíritos. Questões  447, 448, 449, 450, 451,452, 453, 454, 455. Allan Kardec e na Revista Espírita. Outubro de 1864. O sexto sentido e a visão espiritual. Allan Kardec)

Passatempo Espírita © 2013 - 2021. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode