Dinâmica - Dicas para evitar conflitos familiares

Objetivo: Perceber quais atitudes devemos ter para evitar os conflitos familiares no lar.
Participantes: Máximo 20 alunos .
Tempo Estimado: Indeterminado.
Material: 10 casas (imprimir em papel canson A4), durex e tesoura.
Descrição: O evangelizador deverá recortar, antecipadamente, cada casinha ao meio. Depois deverá distribuir uma parte da casa para cada aluno e solicitar que cada um procure o seu encaixe perfeito.  Após encaixar todas as casas, os alunos deverão emendá-las com durex, ler em voz alta as frases contidas nelas e ouvir o comentário feito pelo Evangelizador sobre cada versículo blíblico .

Frases:
No recinto doméstico... Tratar com respeito. /  O homem que não tem juízo ridiculariza o seu próximo, mas o que tem entendimento refreia a língua. (Provérbios 11:12)
Comentário: Você pode claramente discordar sem ofender, desde que fale apreciando os direitos do opositor. Afaste as palavras agressivas do seu vocabulário. (Sinal verde. Cap. 43. Espírito André Luiz. Psicografado por Chico Xavier)

No recinto doméstico...Ignorar o insulto. / O insensato revela de imediato o seu aborrecimento, mas o homem prudente ignora o insulto. (Provérbios 12:16)
Comentário: O homem que no mundo ocupa elevada posição não se julga ofendido com os insultos daquele a quem considera seu inferior. (Evangelho Segundo o Espiritismo. Cap.12. Item 4. Allan Kardec)

No recinto doméstico...Ter paciência. / O homem irritável provoca dissensão, mas quem é paciente acalma a discussão. (Provérbios 15:18)
Comentário: Converse edificando a harmonia. É sempre possível achar a porta do entendimento mútuo, quando nos dispomos a ceder, de nós mesmos, em pequeninas demonstrações de renúncia a pontos de vista.  Quantas vezes um problema aparentemente insolúvel pede  tão somente uma palavra calmante para ser resolvido? (Sinal Verde. Cap. 4. Espírito André Luiz. Psicografado por Chico Xavier)
 
No recinto doméstico...Responder com calma. / A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira. (Provérbios 15:1)
Comentário: A voz descontrolada pela cólera, no fundo, é uma agressão e a agressão jamais convence. (Sinal Verde. Cap. 3. Espírito André Luiz. Psicografado por Chico Xavier)

No recinto doméstico... Corrigir o outro com bondade. / Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo. (Provérbios 16:24)
Comentário: Uma frase de bondade e compreensão opera prodígios na construção do êxito. Auxilie aos familiares com a sua palavra de entendimento e esperança. (Sinal verde. Cap. 2. Espírito André Luiz. Psicografado por Chico Xavier)

No recinto doméstico... Ouvir antes de falar. / Quem responde antes de ouvir, comete insensatez e passa vergonha. (Provérbios 18:13)
Comentário: . É indispensável que a  criatura   esteja sempre disposta a identificar o sentido das vozes, sugestões e situações que a rodeiam.  Sem observação, é impossível executar a mais simples tarefa no ministério do   bem . Somente após ouvir, com   atenção , pode o   homem   falar de modo edificante na estrada evolutiva.  (Caminho, verdade e vida. Cap.77. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)

No recinto doméstico... Refletir antes de agir. / Não é bom agir sem refletir; e o que se apressa com seus pés erra o caminho. (Provérbios 19:2)
Comentário: A ação precipitada, sem a necessária prudência, invariavelmente engendra desacertos e aflições sem nome, conduzindo o aturdido ao despenhadeiro do insucesso, em cuja rampa o remorso chega tardio. (Convites da vida. Espírito Joanna de Ângelis. Psicografado por Divaldo P. Franco)

No recinto doméstico... Escolher o momento certo para falar. /  Tens visto um homem precipitado nas suas palavras? Maior esperança há para o insensato do que para ele. (Provérbios 29:20)
Comentário: (...) Sempre que possível, é útil adiar a expressão colérica para o dia seguinte, porquanto, por vezes, surge a ocasião de exame mais sensato e a razão da ira desaparece. (Caminho, verdade e vida. Cap.77. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)

No recinto doméstico... Reconhecer os próprios erros. / O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. (Provérbios 28:13)
Comentário: Todos os homens podem enganar-se, mas há grandeza em reconhecer os próprios erros, ao passo que há mesquinhez em perseverar numa opinião que se sabe falsa, unicamente para ostentar, aos olhos do vulgo, a supremacia da infalibilidade. (Revista Espírita. Julho de 1858. Correspondência. Allan Kardec)

No recinto doméstico.... Perdoar as ofensas. /  Aquele que perdoa uma ofensa, cobre a transgressão e demonstra amor, mas aquele que a joga no rosto, separa os melhores amigos. (Provérbios 17:9)
Comentário: Quem ama ajuda e desculpa sempre. (...) A melhor maneira de aprender a desculpar os erros alheios é reconhecer que também somos humanos, capazes de errar talvez ainda mais desastradamente que os outros. (Sinal verde. Cap. 36 e 13. Espírito André Luiz. Psicografado por Chico Xavier)


Comentário final:
Se sofre conflitos domésticos, guarde a certeza de que você, notando isso, é a pessoa indicada pela Divina Providência para o sustento da paz em casa. (Busca e acharás. Problema e solução. Espírito André Luiz.  Psicografado por Chico Xavier)
(Baseada nos sites: https://www.esbocandoideias.com/2015/04/conflitos-familiares-10-dicas-infaliveis-para-resolve-los.html ; https://www.bibliaon.com/conselhos_para_resolver_conflitos/ - Data da consulta: 15-02-21)

Passatempo Espírita © 2013 - 2021. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode