Dinâmica - Diante de alguém que perdeu um ente querido

Objetivo: Saber como devemos agir diante de alguém que perdeu o seu ente querido.
Participantes: Indefinido.
Tempo Estimado: Indeterminado.
Material: Cartolina, canetinha colorida, fita crepe.
Descrição: O Evangelizador deverá escrever na cartolina o seguinte título: "Diante de alguém que perdeu um ente querido:". E logo abaixo deverá escrever 4 frases. Depois deverá colar este cartaz na parede da sala de aula, ler uma frase de cada vez e logo em seguida fazer a seguinte pergunta para cada aluno. Concorda com esta afirmação? Ou discorda? Por que? Depois o Evangelizador deverá fazer um comentário sobre cada frase. E no final, deverá escrever na cartolina ao lado da frase "concordo" ou "discordo".

Frase 1: Mostre-se disponível, mas respeite os momentos de solidão.(Concordo)
Comentário do Evangelizador: O espaço para receber abraços deve ser respeitado tanto quanto o espaço para chorar e liberar a tristeza. Aos poucos, quem passa por um luto vai buscar a recuperação de sua rotina e vida social. Mostrar-se disponível é isso: estar por perto, mas aceitando os limites pessoais.

Frase 2: Compartilhe sua experiência de luto, mas não faça comparações. (Concordo)
Comentário do Evangelizador: Se você superou a morte de seus pais, não faça pouco caso de alguém que perdeu um avô. Se você perdeu um irmão, não compare o seu sofrimento com o de quem perdeu um amigo. Além de desagradáveis, essas comparações não querem dizer nada: a morte sempre vai causar dor, isso é o que você deve ter em mente.

Frase 3: Escute a dor do outro, mas se tiver abertura, sugira outros assuntos. (Concordo)
Comentário do Evangelizador:  Entenda essa necessidade como um processo natural para superar a dor. Em outro extremo, o silêncio pode ser a preferência. Ainda assim, uma boa companhia sempre ajuda. Lembre-se de que, em algum ponto, a pessoa voltará  a ter interesse por outros assuntos. Falar de qualquer tema que desvie o foco do luto representa parte da recuperação da rotina. Por isso, se notar que é hora, inicie conversas, em particular ou em grupo, sobre assuntos variados.

Frase 4: Ofereça apoio segundo suas crenças, e tente convecê-lo da verdade espiritual. (Discordo)
Comentário do Evangelizador: Ofereça apoio segundo suas crenças, mas não obrigue os outros a aceitá-las. Não force a barra: insistir para que a pessoa em luto faça uma oração com você, que aceite a vida eterna da alma ou qualquer outro conceito que não faz parte do que ela acredita pode ser interpretado como falta de consideração, além de causar desconforto e irritação. Sempre respeite as crenças da pessoa, mesmo que ela não tenha nenhuma.

Comentário final: Geralmente, dizemos "Meus Sentimentos..." para alguém que perdeu um ente querido, mas podemos fazer muito mais, como aprendemos hoje. Podemos lhe fazer companhia, ouvir a sua dor, conversar, orar por ele e pelo seu ente querido que desencarnou.
"Ainda sabendo que a morte  vem de Deus , quando nós não a provocamos, não podemos, por enquanto, na Terra receber a morte com alegria porque ninguém recebe um adeus com felicidade, mas podemos receber a separação com fé em Deus, entendendo que um dia nos reencontraremos todos numa vida maior e essa esperança deve aquecer-nos o coração." (Palavras de Chico Xavier. Item 33. Espírito Emmanuel/Chico Xavier)
(Baseada no texto retirado do site: https://minhasatividades.com/dinamicas-para-lidar-com-o-luto/)

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode