Dinâmica - Descubra minha identidade: Paulo de Tarso

Objetivo: Descobrir a identidade de Paulo de Tarso, através de fatos importantes sobre a vida.
Participantes: Máximo 17 alunos.
Tempo Estimado: Indefinido.
Material: Bilhetes com frases escritas, caixa de papelão.
Descrição:  O Evangelizador deverá, previamente, escrever as frases em bilhetes e colocá-los dentro de uma caixa. Depois deverá distribuir um bilhete para cada aluno e explicar que neles contém características de uma personalidade que contribuiu muito para a divulgação do Cristianismo e que eles deverão tentar descobrir quem é esta pessoa. Para iniciar, cada aluno deverá ler sua frase na frente dos outros, conforme a ordem numérica. Se logo no ínicio descobrir quem é, o Evangelizador deverá dizer que ainda tem dúvidas, e que os outros deverão continuar lendo suas frases.
Frases:
- Foi educado por Gamaliel, o mais ilustre doutor da lei de sua época.
- Ele era fariseu e doutor da lei.
- Era muito culto, inteligente, sábio  e falava diversas línguas.
- Tinha o título de cidadão romano, portanto, recebia tratamento especial.
- Foi perseguidor de cristãos, antes de se converter.
- Ficou cego durante três dias,  após ver a luz de Jesus e conversar com o Querido Mestre.
- Recuperou a visão, sendo curado por Ananias, um discípulo do Cristo.
- Tinha firmeza de caráter, convicção  e  fidelidade para defender a verdade.
- Ele era médium e recebia os ensinamentos diretamente de Jesus Cristo.
- Fez várias viagens a diversos países para divulgar a Boa Nova.
- Certa vez, entrou dentro de um cesto amarrado por uma corda, para fugir pela janela dos judeus.   
- Realizou diversas curas, através da imposição das mãos.
- Exerceu a profissão de tecelão, para se sustentar.
- Por amor ao Evangelho sofreu perseguição, foi açoitado com varas e apedrejado.
- Foi preso várias vezes e escreveu cartas com ensinamentos cristãos para comunidades.
- No caminho para Roma, sofreu um naufrágio em Malta, mas todos se salvaram.
- Sua missão era divulgar o Evangelho do Cristo para os judeus e gentios.
Comentário: Paulo de tarso é considerado o maior de todos os apóstolos, apesar de não ter convivido com Jesus. "Podemos mesmo afirmar que Paulo de Tarso foi uma verdadeira cabeça de ponte, que serviu para a crescente difusão do Cristianismo, para a divulgação da consoladora doutrina revelada pelo maior dos missionários que já surgiram na Terra." (Os padrões evangélicos.  A conversão de Paulo.  Paulo Alves Godoy)  " Se o apóstolo Pedro foi o coração do Cristianismo, Paulo foi o cérebro pensante.  Se o Cristo foi o fundamento principal, Paulo de Tarso foi uma das colunas da Boa-Nova. "(Os padrões evangélicos.  A conversão de Paulo.  Paulo Alves Godoy)
(Baseada na Bíblia)

Voltar

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode