Dinâmica - Decifrando símbolos

Objetivo: Perceber que o Espírito humano ama o mistério e que os Espíritos Superiores utilizam símbolos ou alegorias em suas frases, pois a lição se grava melhor no coração quando é difícil e procuramos compreendê-la. (Vide: Revista Espírita. Maio de 1858. O orgulho. São Luiz/ Allan Kardec).
Participantes: Máximo 12 alunos.
Tempo Estimado: Indeterminado.
Material: lousa branca, com caneta e apagador.
Descrição: O Evangelizador deverá distribuir para cada aluno uma frase com sua respectiva símbologia. A frase sublinhada deverá ser lida pelo aluno em voz alta diante da turma e depois ele deverá fazer o desenho na lousa da palavra em destaque (em letras maiúsculas) e deverá colocar também na lousa  a quantidade de riscos referentes a(s) palavra(s) abstrata(s) que completa(m) a frase para que os outros descubram a sua simbologia. Dê um exemplo para os alunos.
Por exemplo: Frase: Faze de cada hora — um POEMA de amor.
1.Dizer para a turma: Faze de cada hora. (Obs.: O aluno poderá escrever a frase na lousa para ficar mais fácil)
2. Desenhar um POEMA:  fazer o desenho de quadrinhas escritas em um papel com corações. (Obs.: O aluno poderá fazer mímicas para ficar mais fácil).
3. Colocar na lousa 6 riscos para descobrir a(s) palavra(s) abstrata(s) que completa(m) a frase: de amor. ( Obs.: O aluno poderá dizer a palavra oposta para ficar mais fácil, por exemplo: de ódio)

Frases:
1. Renúncia vazia — TERRA seca.
2. Oração sem serviço — CANDEIA apagada.
3. Alegria sem trabalho — FLOR sem proveito.
4. Cultura sem caridade — ÁRVORE estéril.
5. Sermão sem exemplo — TROVOADA sem chuva.
6. Inteligência trancada — LUZ no deserto.
7. Vida sem ação — ENTERRO lento.
8. Filosofia sem bondade — CONVERSA vã (sem valor).
9. Talento oculto — FONTE escondida.
10. Fé parada — VASO inútil.
11. Virtude sem movimento — NINHO morto.
12. Lição sem obras — MUSEU de ideias.

Palavras opostas: 1. molhada, 2. acesa, 3. sem inutilidade, 4. fértil, 5. sem sol, 6. no povoado, 7.rápido, 8. útil, 9.encontrada, 10. necessário, 11.vivo, 12. de esquecimentos.

Comentário: Repara os recursos de que dispões:
Pensamento nobre.
Conhecimento superior.
Raciocínio pronto.
Diretrizes claras.
Ouvidos percucientes.
Olhos iluminados.
Verbo fácil.
Movimentos livres.
Mãos seguras.
Pés hábeis.
(...) Cada criatura, onde passa, deixa o próprio reflexo.
Só a inércia vagueia no mundo como sombra na sombra.
Tu, porém, deves caminhar, à feição do raio solar, dissipando as trevas.
Cada hora, podes fazer a dor menos amarga.
Cada hora, podes fazer a luta mais construtiva. (Religião dos Espíritos. Cada hora. Espírito Emmanuel.  Psicografado por Chico Xavier)
Os que tiveram a ventura de conhecer as leis divinas, deverão esforçar-se para que o maior número possível de criaturas as conheçam também. Não espalhar os conhecimentos espirituais é esconder egoisticamente a luz que deveria beneficiar a muitos. (O Evangelho dos Humildes. Cap. 5. Eliseu Rigonatti)
Jesus disse: "Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus." (Mateus 5:14-16)

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode