Dinâmica - Críticas nas redes sociais

Objetivo: Refletir na maneira pela qual estimamos ser tratados pelos outros quando cometemos algum erro e perceber como nos sentimos quando recebemos críticas destrutivas nas redes sociais.
Participantes: Máximo 16 alunos.
Tempo Estimado: 25min.
Material: cartolina vermelha, post-it amarelo, caneta preta e vermelha, canetinha preta.
Descrição: O Evangelizador deverá, previamente, escrever as notícias (com caneta preta) nos post-its, juntamente com as suas respectivas críticas (com caneta vermelha) e colocá-las numa cartolina vermelha. Na parte superior da cartolina deverá escrever o seguinte título: "Críticas destrutivas nas redes sociais"  . E na parte inferior deverá escrever: "Não seja fiscal da vida alheia...Cuide da sua própria vida". Coloque a cartolina na parede da sala de aula e faça o seguinte comentário: " Vemos constantemente nas redes sociais pessoas fazendo críticas destrutivas diante de uma notícia...As pessoas escrevem palavras ofensivas e agressivas com o prazer de denegrir o próximo, desacreditando-o, sem necessidade, na opinião geral . Na realidade, não há intenção verdadeira de emitir uma opinião para ajudar a corrigir o próximo. Na maioria dos casos, a repreensão que realizam é uma maldade ...(1) A crítica só possui um fim útil, quando feita com moderação e bondade. Portanto, reflitam... Será que temos recursos suficientes para corrigir alguém sem ofender (2)? Será que não cometemos os mesmos erros? Como você se sentiria se você fosse o indivíduo da notícia e recebesse várias críticas destrutivas? O que gostaria de ter ouvido? (Aguarde as respostas). Neste momento, peça para cada  adolescente pegar um post-it da cartolina, ler o que está escrito diante da turma, dizer como se sentiria se recebesse aquela crítica e o que gostaria de ter ouvido, ou seja, o que seria uma crítica construtiva...Segundo o Espírito Emmanuel, "A melhor crítica é aquela que se expressa mostrando como se deve fazer." (Companheiro. Na visão do mundo. Espírito Emmanuel.  Psicografado por Chico Xavier)  No entanto, se o aluno disser que não sabe o que gostaria de ter ouvido ou se fizer outra crítica destrutiva, diga que é melhor não dizer nada...Criticar é fácil, difícil é pensar em algo útil para auxiliar o próximo. Se não sabemos ajudar com algum comentário edificante, é melhor ficarmos em silêncio.
Obs.(1): Comentário baseado no livro: O Evangelho Segundo Espiritismo. Cap. 10. Item 19 e 20. São Luís/Allan Kardec.
Obs.(2): Pergunta baseada na mensagem "Dez sugestões" do livro: Passos da vida, ditado pelo Espírito André Luiz, psicografado por Chico Xavier.

POST-ITS:
- Notícia: Garoto recebe nota vermelha na prova e agride professor. Crítica: Você é muito burro mesmo, não consegue aprender nada na vida...
- Notícia: Artísta famoso faz fofoca e destrói a reputação do apresentador de TV. Crítica: Sua língua é enorme e venenosa...
-  Notícia: Um rapaz jogou lixo na calçada e um outro tropeçou . Crítica: Você é um porco, deveria jogar o lixo no seu chiqueiro.
- Notícia: Torcedor fanático de time de futebol faz tatuagem  do seu jogador favorito no seu braço.  Crítica: Não deve ter amor próprio, quem faz uma coisa rídicula dessa.
- Notícia: Apresentadora se veste com roupas diferentes dos padrões. Crítica: Esta roupa é horrível, você está ridícula. Faz isto só para aparecer...
- Notícia: Filho não ajuda a mãe doente e acamada nas tarefas domésticas. Crítica: Isto não é gente, isto é um monstro...
 - Notícia: Cantora fica famosa por dançar de forma vulgar. Crítica: Como você é indecente, tenho nojo de pessoas assim...
- Notícia: Jovem chega em casa bêbada e bate na cara do seu pai. Crítica: Você é um ser desprezível, com certeza vai para o inferno ...
- Notícia:  Mãe retira o celular do filho adolescente por ficar horas nas redes sociais e repetir de ano. Crítica: Será que isto resolverá? Se não colocou limites ao seu filho antes, é porque você é uma péssima mãe...
-Notícia: Um rapaz sumiu durante dois dias e não avisou os pais para onde foi. Crítica: Você é um malcriado, não tem respeito pelos os outros...Se quer ficar fora de casa, deveria morar na rua...
- Notíca: Atriz coloca piercing no nariz. Crítica: Você está parecendo uma vaca, só falta comer capim...
- Notícia: A maioria dos adolescentes não participam do almoço com a família. Crítica: Estes adolescentes são egoístas, só pensam no próprio umbigo...
- Notícia: Adolescente usa drogas e rouba os próprios pais. Crítica: É mais um filhinho de papai, que deveria ir para cadeia...É um vagabundo...
- Notícia: Após receber liberdade da prisão, homem torna-se pastor.  Crítica: Você é um pilantra, ninguém vira santo da noite pro dia...Só conseguirá enganar os trouxas...
- Notícia: Mulher está com obesidade mórbida e não pode fazer cirurgia de redução de estômago. Crítica: Você é gulosa demais, por isso está balofa. Está assim, porque quis...
- Notícia: Político só diz palavrões em seus discursos. Crítica: Da sua boca só sai esgoto, é um patife...
Comentário: "Procure silenciar onde você não possa prestar auxílio.
A vida dos outros, qual se afirma na expressão, é realmente dos outros e não nossa.
Devo compreender que o erro de outrem, hoje, talvez será o meu amanhã, já que nas trilhas evolutivas da Terra todos somos ainda portadores da natureza humana.
O tempo que se emprega na crítica pode ser usado em construção.
Toda vez que criticamos alguém, estamos moralmente na obrigação de fazer melhor que esse alguém a tarefa em pauta.
Anote: em qualquer tempo e situação os pontos de vista e as oportunidades, os recursos e os interesses, o sentimento e a educação dos outros são sempre muito diversos dos seus.
Criticar não resolve, porque o trabalho da criatura é que lhe determina o valor.
Quem ama ajuda e desculpa sempre.
Não condene, abençoe.
Lembre-se: por vezes, basta apenas um martelo para arrasar aquilo que os séculos construíram." (Sinal verde. Temas da crítica. Espírito André Luiz.  Psicografado por Chico Xavier)
(Baseada na dinâmica " Escolhendo a palavras" da apostila Despert RH : www.despertrh.com.br)

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode