Dinâmica - Arrependimento, Expiação e Reparação

Objetivo: Perceber que o arrependimento, embora seja o primeiro passo para a regeneração, não basta por si só; são precisas a expiação e a reparação.
Participantes: Máximo 10  alunos (duplas).
Tempo Estimado: 25min.
Material: 5 Textos impressos em papel A4.
Descrição: O Evangelizador deverá distribuir um texto para cada dupla e pedir para que identifiquem no texto o seria a expiação que o personagem deve sofrer e a reparação que ele deve fazer, após ter se arrependido do erro praticado . Mas antes disso, faça a seguinte explicação: " Deus sempre recebe de braços abertos os filhos que se arrependem de seus erros. Entetanto, segundo Allan Kardec, "o arrependimento, embora seja o primeiro passo para a regeneração, não basta por si só; são precisas a expiação e a reparação. (...) A expiação consiste nos sofrimentos físicos e morais que lhe são consequentes, seja na vida atual, seja na vida espiritual após a morte, ou ainda em nova existência corporal. A reparação consiste em fazer o bem àqueles a quem se havia feito o mal. (...) Arrependimento, expiação e reparação constituem, portanto, as três condições necessárias para apagar os traços de uma falta e suas consequências.

Textos:
 1. Em certa região havia um pastor que ficou muito  rico  cobrando dinheiro dos doentes que lhe pediam  orações , e por conseqüência disso deixou muita gente  com dificuldades financeiras. Arrependido do mal que causou, numa próxima existência ele nascerá  pobre, deverá se tornar um médium espírita para fazer orações e curar de graça, além disso, deverá doar alimentos aos pobres.
Resposta: Expiação: nascerá pobre.  Reparação:  fazer orações, curar de graça e doar alimentos aos pobres.

Obs.: A mediunidade pode ser vista como uma prova, como bendita possibilidade de reparar os erros do passado.

 
2. Em certa região havia um político que  ficou muito rico  desviando o dinheiro público  dos  hospitais, e por consequência disso deixou muitos doentes. Arrependido  do mal que causou,  numa próxima existência  ele terá que sofrer com muitas doenças, e deverá  trabalhar muito  para  se formar médico  e construir hospitais  com seu próprio dinheiro  para curar as pessoas.
Resposta: Expiação:  terá que sofrer com muitas doenças. Reparação: construir hospitais com seu próprio dinheiro para curar as pessoas.

3. Em certa região havia um traficante de drogas poderoso que deixou muitas  pessoas viciadas  em  cocaína , e por  consequência disso deixou muitos doentes e destruiu famílias. Arrependido do mal que  causou, numa próxima existência ele  nascerá doente,  sofrerá com um filho que será usuário de drogas e além disso, deverá criar uma instituição para recuperar  usuários de drogas.
Resposta: Expiação:  nascerá doente e sofrerá com filho que será usuário de drogas. Reparação: deverá criar uma instituição para recuperar usuários de drogas.

4. Em certa região havia um fazendeiro que tinha muitos escravos que eram maltratados e  humilhados,  e por consequência disso muitos ficaram doentes e revoltados.  Arrependido do mal que causou, numa próxima existência ele  será submetido a trabalhos forçados e  ficará doente,  além disso terá muitos filhos rebeldes que  deverá cuidar muito bem.
Resposta: Expiação:  será submetido a trabalhos forçados e ficará doente. Reparação: terá muitos filhos rebeldes que deverá cuidar muito bem.

5. Em certa região havia um dono de uma grande indústria que poluiu alguns rios com seus produtos químicos, e por  consequência disso  poluiu a água e matou muitos peixes. Arrependido do mal que causou, numa próxima existência ele  ficará doente com a água contaminada de um rio   e deverá construir um sistema para despoluir os rios da sua cidade. Além disso, será responsável por um criadouro de peixes e fará campanhas  de preservação ao meio ambiente.
Resposta: Expiação:  ficar doente por tomar água contaminada. Reparação: despoluir rios, fazer criadores de peixes e campanhas de preservação ao meio ambiente.

Comentário: Estas histórias apresentadas são fictícias, pois dependendo da gravidade dos erros e danos causados, o infrator poderá expiar durante um longo prazo e reparar os erros em diferentes épocas, isto é, as dívidas poderão ser parceladas em várias existências, caso não haja condições de quitá-las de uma só vez. Entretanto, não veja isto como algo ruim...

Segundo o escritor espírita Martins Peralva, "Nascer cego ou paralítico, demente ou surdo-mudo, ou com propensão a moléstia grave, ou incurável, que se manifestará mais tarde, é bênção que nem sempre o indivíduo sabe agradecer.
É bênção — porque estará resgatando dívida.
E com Amor, porque a Lei é credora compassiva, que permite amortizações parceladas.
É bênção — porque estará sendo reabilitado.
E com Amor, porque a própria recordação da dívida não é conservada.
É bênção — porque se estará libertando.
E com Amor, porque a libertação lhe conduzirá o Espírito redimido pelos caminhos de luz da Espiritualidade Superior." (Estudando o Evangelho. Cap. 17.  Martins Peralva)

Obs.1:Veja o caso de Laudemira:devido aos pesados débitos (...) sofreu cem anos consecutivos nas trevas densas, (...) voltando à carne por quatro vezes sucessivas, (...) em cruciantes problemas expiatórios. (Livro Ação e Reação. Cap. 10. Espírito André Luíz. Chico Xavier). 
Obs. 2: Outra situação: As dívidas com a Lei poderem ser acentuadas pelo bom procedimento e os resgates reduzidos, de modo que o interessado não fique apenas submetido à cobrança, mas tenha também, oportunidade de adquirir méritos pelo trabalho ativo no bem e pelo sofrimento valorosamente suportado. O indivíduo que matou outro para auferir vantagem estará em situação adequada para ser morto, noutra vida. Se, porém, modificou-se intimamente e provou sua nova condição interior através da assistência a sofredores, virá ao mundo resgatar o seu crime por meio de uma lesão no coração, que o fará sofrer e, finalmente, desencarnar. Mudado o criminoso, não se faz necessário o episódio sangrento. (Evolução para o terceiro Milênio. Cap. 15 - Lei da causa e efeito . Carlos Toledo Rizzini)
(Baseada no Livro Ação e Reação . Cap. 10 Espírito André Luíz.  Chico Xavier)