Dinâmica - Amarração do amor X Fé raciocinada

Objetivo: Perceber a importância de estudar o Espiritismo para desenvolver uma fé raciocinada e não acreditar  em promessas mágicas, como por exemplo, a "amarração do amor".
Participantes: Indefinido.
Tempo Estimado:  45 min.
Material: texto e perguntas, livro: "O livro dos Espíritos".
Descrição: O Evangelizador deverá iniciar a dinâmica, fazendo o seguinte comentário:
Vocês já conheceram alguém que se apaixonou por uma pessoa, mas não teve o seu amor correspondido?   (Aguarde as repostas)
Há muitos casos assim, e por causa disso, existem médiuns que se aproveitam desta situação e oferecem fazer um feitiço de "amarração de amor", prometendo  fazer alguém se apaixonar por você ou até mesmo reconquistar o amor perdido, cobrando por este trabalho. Certa vez, um aprendiz espírita viu um cartaz que oferecia este tipo de serviço e me questionou sobre este assunto. Ele me fez várias perguntas, com base na sua fé raciocinada, e gostaria que vocês me ajudassem a respondê-las (neste momento o Evangelizador deve fazer algumas perguntas, escolhendo alguns alunos para respondê-las). Ele perguntou...
1. Será que é possível influenciar uma pessoa a se apaixonar por outra, sugestionando-lhe ideias, com a ajuda dos espíritos inferiores?
2. Será que os rituais (com incenso, velas, pedras preciosas, etc..) utilizados neste trabalho espiritual funcionam?
3. Se isto for realmente possível, será que a pessoa ficará "enfeitiçada" e não conseguirá se livrar disso?
4. Por que, às vezes, Deus permite que sejamos influenciados por maus espíritos?
5. Será que os espíritos inferiores que não conseguirem exercer a sua influência sobre a pessoa desistirão deste trabalho?
6. Deus aceitaria uma maldição, ou seja, um "feitiço" injusto?
7. Será que Deus permitiria um trabalho espiritual desse tipo?
8. Será que a pessoa que pede favores aos maus espíritos sofrerá as consequências deste ato?
9. Como podemos nos proteger da influência dos maus espíritos?
Allan Kardec fez perguntas semelhantes aos Espíritos Superiores e obteve as seguintes respostas, que podem ser verificadas no Livro dos Espíritos (neste momento, releia as perguntas feitas pelo aprendiz , juntamente com as perguntas de Allan Kardec e as respostas dos Espíritos Superiores).
Questão 1 - Leia: O Livro dos Espíritos.  Questão 549. Allan Kardec.
Questão 2 - Leia: O Livro dos Espíritos.  Questão 553. Allan Kardec.
Questão 3 - Leia: O Livro dos Espíritos.  Questão 467. Allan Kardec.
Questão 4 - Leia: O Livro dos Espíritos.  Questão 466. Allan Kardec.
Questão 5 - Leia: O Livro dos Espíritos. Questão 468.  Allan Kardec.
Questão 6 - Leia: O Livro dos Espíritos. Questão  557. Allan Kardec.
Questão 7 - Leia: O Livro dos Espíritos. Questão 551 e 552.  Allan Kardec.
Questão 8 - Leia: O Livro dos Espíritos. Questão 550.  Allan Kardec.
Questão 9 - Leia: O Livro dos Espíritos. Questão 469.  Allan Kardec.
Obs.: Um talismã (ou amuleto) é um objeto que, segundo a crença do usuário, possui propriedades mágicas que fornecem poder, energia e benefícios específicos ao possuidor.
Comentário: Os Espíritos inferiores podem, a pedido do médium, sugerir pensamentos e imagens para que a pessoa amada lembre-se de você constantemente, porém mesmo que ela aceite a influência deles, isto não irá fazer com que a pessoa amada se apaixone por você, pois ela tem o seu livre-arbítrio. Deus jamais permitiria que um espírito pudesse interferir no nosso livre-arbítrio,  nós fazemos as nossas próprias escolhas. Portanto, a "amarração do amor" não existe, ninguém pode enfeitiçar a pessoa amada e amarrá-la, ou seja, obrigá-la a ficar contigo. As pessoas que procuram este tipo de trabalho espiritual são egoístas, além disso, não percebem que este ato poderá lhe trazer consequências graves.  Quando nos envolvemos com Espíritos maus, podemos sofrer a influência maléfica deles, pois eles estão envoltos por fluídos ruins. Com relação a este assunto, Herculano Pires faz a seguinte advertência: "Não se deixe atrair por macumbas e as diversas formas de mistura de religiões africanas com as nossas crendices nacionais. (...) Não carregue amuletos nem patuás ou colares milagrosos. Tudo isso não passa de superstições provindas de religiões das selvas. Você não é selvagem, é uma criatura civilizada capaz de raciocinar e só admitir a fé racional. Estude o Espiritismo e não se deixe levar por tolices. "(Obsessão, o passe, e a doutrinação. Roteiro da desobssessão. J. Herculano Pires )
(Baseada no Livro dos Espíritos e no site: https://chicodeminasxavier.com.br/trabalho-espiritual-pago-funciona/)

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode