Amigo

 Amigo devotado e mestre silencioso.

 Atento dia e noite, auxilia em toda idade.

 Nunca faz exigências e esclarece sem paga.

 Se esquecido, nem por isso reclama e espera com paciência.

 Desdenhado, não despreza, aguardando o dia próprio de fazer-se entendido.

 E sempre que tornamos à paz de seu convívio, volve a falar conosco sem qualquer presunção.

 Misto de ventura eterna e humildade sublime, conserva inalteráveis o poder da cultura e a força da semente.

 Basta intentar-lhe alguém o concurso discreto e desfaz-se em auxílio.

 Educa sem vaidade.

 Ampara sem orgulho.

 Levanta sem alarde.

 Socorre sem ofensa.

 Corrige-nos sem ralho e ensina sem barulho.

 Sendo o cofre das leis, é bússola no lar.

 Sendo flama de sol nos templos do saber, é luz na Escola humilde.

 

 Esse amigo ideal, que a luta não corrompe e o tempo não altera, Deus no-lo concedeu sob o nome de LIVRO.

 Honremos, desse modo, a Dádiva Divina, colocando o Espiritismo nos caminhos do Livro para que o Livro Espírita enalteça o progresso e santifique o Bem.

(Irmãos unidos .Hilário Silva. Psicografado por Chico Xavier)