Alimentar-se dos animais

        Será racional a abstenção de certos alimentos, prescrita a diversos povos?
        Permitido é ao homem alimentar-se de tudo o que lhe não prejudique a saúde. Alguns legisladores, porém, com um fim útil, entenderam de interdizer o uso de certos alimentos e, para maior autoridade imprimirem às suas leis, apresentaram-nas como emanadas de Deus. (O Livro dos Espíritos. Questão 722. Allan Kardec)
        A alimentação animal é, com relação ao homem, contrária à lei da Natureza?
        Dada a vossa constituição física, a carne alimenta a carne, do contrário o homem perece. A lei de conservação lhe prescreve, como um dever, que mantenha suas forças e sua saúde, para cumprir a lei do trabalho. Ele, pois, tem que se alimentar conforme o reclame a sua organização. (O Livro dos Espíritos. Questão 723. Allan Kardec)

Passatempo Espírita © 2013 - 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode