Aguardemos

“E assim, esperando com paciência, alcançou a promessa.” — PAULO (Hebreus, 6.15)

 Em qualquer circunstância, espera com paciência.

 Se alguém te ofendeu, espera. Não tomes desforço a quem já carrega a infelicidade em si mesmo.

 Se alguém te prejudicou, espera. Não precisas vingar-te de quem já se encontra assinalado pela justiça.

 Se sofres, espera. A dor é sempre aviso santificante.

 Se o obstáculo te visita, espera. O embaraço de hoje, muita vez, é benefício amanhã.

 A fonte, ajudando onde passa, espera pelo rio e atinge o oceano vasto.

A árvore, prestando incessante auxílio, espera pela flor e ganha a bênção do fruto.

 Todavia, a enxada que espera, imóvel, adquire a ferrugem que a desgasta.

 O poço que espera, guardando águas paradas, converte a si próprio em vaso de podridão.

 Sejam, pois, quais forem as tuas dificuldades, espera, fazendo em favor dos outros o melhor que puderes, a fim de que a tua esperança se erga sublime, em luminosa realização.

(Palavras de vida eterna. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)