A escola mágica

         Sam não gosta de estudar e nem de ir à escola. Cátia tem dois anos a mais que ele, mas vive com a cara enfiada nos livros, adora ler e estudar!
         Cátia se mudou para o mesmo prédio onde Sam mora. Logo o menino observou que ela ficava sentada no pátio lendo por muito tempo, e passou a se perguntar: “O que pode ser tão interessante?”
         Um dia, ele foi chegando de mansinho e descobriu que ela lia um livro chamado Mensagem do Pequeno Morto1. Morto mandando mensagem? - pensou o garoto. Curioso, pediu o livro emprestado e... devorou a leitura! Foi assim que Sam descobriu um novo mundo: o Mundo dos Espíritos. E esse foi apenas o primeiro de muitos livros que a menina passou a emprestar a ele...
         Assim, os dois passaram a se encontrar no pátio do prédio para conversar sobre os livros que liam. Trocaram muitas idéias e Sam aprendeu muitas coisas sobre a Doutrina dos Espíritos com a nova amiga. 
         Conversando, Cátia descobriu que Sam não gostava de estudar e de ir à escola. Ela então traçou um plano para ajudá-lo a mudar de idéia:
         - Não concordo! Estudar é muito chato! - reclamava Sam.
         - Eu é que não concordo com você: estudar é dez! 
         - Alguma coisa está errada - disse o menino. Nós freqüentamos a mesma escola! 
         - Mas a minha escola é mágica, a sua não é!
         O menino ficou sem entender... Cátia então mostrou a ele um livro chamado Escola Mágica2, que tinha o desenho de uma escola e algumas crianças na capa. 
         - Vou lhe mostrar a sua escola. E a menina folheou o livro e todas as páginas apareceram em branco. Esta é a sua escola, ela está escondida atrás da sua má-vontade em aprender! Se você pensar que aprender e estudar é chato, vai ser mesmo! Tente pensar diferente! Você lembra de algo que gostou de aprender? 
         O menino ficou algum tempo em silêncio e lembrou das aulas de História. Era legal saber as coisas que já aconteceram através das narrativas divertidas da professora.
         - Viu só! - exclamou Cátia. Sua escola pode ser diferente. Com um pouco de boa-vontade e disposição em aprender, é possível você achar que estudar é importante e necessário! Quando você perceber isso, sua escola vai ficar assim: e a menina mostrou o mesmo livro, agora com figuras de uma escola em preto e branco, que não haviam aparecido antes.
         - Como você fez isso? - quis saber Sam.
         - Minha mãe me ensinou que a minha escola é mágica! - riu a menina. Com ela eu também aprendi que não devo estudar porque ela quer ou para agradar os professores... Eu estudo porque gosto de saber as coisas e para ter uma profissão um dia. Assim, minha escola é um local legal, onde eu posso fazer amigos e aprender coisas interessantes. Sabia que eu também vou a outras aulas mágicas: as aulas de evangelização espírita?
         Não deu tempo de Sam responder, porque a menina seguiu dizendo:
         - Se você entender que estudar é legal, então sua escola será assim: e mostrou o mesmo livro, agora com as figuras de antes completamente coloridas e alegres! Sua escola será mágica! Como a minha é!
         Cátia teve que contar o segredo do livro, e Sam concordou que aprender pode ser divertido... Aos poucos ele compreendeu que a escola é apenas uma parte do aprendizado desta vida. E que, se prestarmos atenção, todos os dias estamos aprendendo coisas novas, em diferentes locais além da escola, afinal reencarnamos para aprender e evoluir! 
         Os dois amigos continuaram a se encontrar nos corredores do prédio, mas agora também se encontram na biblioteca da escola e vão juntos às aulas de evangelização espírita. Sam ainda não sabe, mas terá, mais tarde, a oportunidade de se tornar professor de uma escola que ele ajudará a ser mágica... 
(Autora: Claudia Schmidt. 1 -XAVIER, Francisco. Mensagem do Pequeno Morto. Pelo Espírito Neio Lúcio. 9 ed. FEB. 2005. 2-BUCHWEITZ, Donaldo e James Misse. Escola Mágica. Editora Ciranda Cultural.)