Necessidade do trabalho

  • A lição do carvalho

                 Era um velho carvalho no meio de um grande floresta. Há alguns anos, uma enorme tempestade o deixara quebrado e feio. Jamais conseguira se reerguer, como as demais...

  • O pote de barro

             Um pote de barro, velho e sujo, fora jogado ao chão por ser considerado imprestável.          Já conhecera momentos felizes, fora jovem e bonito, e sua pintura atraía os olhares de admiração de...

  • O Carpinteiro

    Um velho carpinteiro estava pronto para se aposentar. Ele contou ao patrão sobre seus planos de deixar as atividades ligadas à construção de casas para aproveitar a vida ao lado de sua esposa e de seus familiares. Para ele, receber o salário daquele mês nem era mais importante. Ele queria apenas se...

  • As aventuras de Luizinho

            Luizinho era o caçula dos cincos irmãos de uma família fraterna.         Todos já trabalhavam menos Luizinho. Quando atingiu a idade de nove anos, também lhe fora atribuída uma tarefa, pois os pais queriam ensinar-lhe o valor do...

  • O pintor

            Certo pintor foi contratado para pintar o barco de um homem rico, que morava na mesma cidade que ele.          Durante seu trabalho, percebeu um furo no casco, que poderia provocar o afundamento da embarcação e pôr em...

  • Ajuda-te, que o céu te ajudará

            Narra-se que um sábio caminhava com os discípulos por uma estrada tortuosa, quando encontraram um homem piedoso que, ajoelhado, rogava a Deus que o auxiliasse a tirar seu carro do atoleiro.         Todos olharam o devoto,...

  • O besouro casca-dura

                Havia na Floresta Maravilhosa uma flor vermelha, que era a casa de um besouro preguiçoso. Quando amanhecia e todos os bichinhos começavam a trabalhar, o besouro virava-se de um lado para outro, dava um bocejo, soltava um “zum-zum”...

  • O remédio imprevisto

        O pequeno príncipe Julião andava doente e abatido. Não brincava, não estudava, não comia...     Perdera o gosto de colher os pêssegos saborosos do pomar.     Esquecera a peteca e o cavalo.     Vivia tristonho e calado no quarto,...

  • Greve geral

             Certo dia, Alex acordou e foi lavar o rosto. Percebeu que não tinha água. Resolveu comprar um pão fresco para o café. Desceu do prédio onde morava e reparou que o porteiro não tinha vindo. Ao chegar à calçada do prédio onde morava notou que o lixo...

Passatempo Espírita © 2013 - 2021. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode