Mentira

  • As três peneiras de Sócrates

    Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:- Quero contar-te uma coisa a respeito de um amigo teu!- Espera um momento - disse Sócrates - Antes de contar-me, quero saber se fizeste passar essa informação pelas três peneiras.- Três peneiras?...

  • Boca torta

            Antes de sair para lecionar Evangelho às crianças, no templo espírita, D. Rosália chamou a jovem que lhe atendia à cozinha e, guardando certa porção de goiabada no armário, avisou:         — Guilhermina, peço que reserve o...

  • A flor da honestidade

    Conta-se que, por volta do ano 250 a.C., na China Antiga, um príncipe da região norte do país estava às vésperas de ser coroado imperador, mas, de acordo com a lei, ele deveria se casar. Sabendo disso, ele resolveu fazer uma disputa entre as moças da corte ou quem quer que se achasse digna de sua...

  • A mentira não compensa

    O final do ano letivo se aproximava e Daniel estava atravessando dificuldades na escola. Preguiçoso, não tinha vontade de estudar e, por isso, suas notas eram baixas. Certo dia Daniel abriu os olhos e, quando lembrou que precisaria se levantar para ir à escola, sentiu-se desanimado. Tinha acordado...

  • Lulu

                Flay e Nero eram irmãos de Lulu. Eram três lindos cãezinhos.             Todos os dias saíam para passear e a Mamãe deles os alertava para ficarem longe de perigos. Ela sempre...

  • Guto e o vício da mentira

             Guto era um garoto muito esperto. Sempre soube bem aproveitar as oportunidades que teve na vida. Estudava muito e ia bem na escola porque sabia como era importante e difícil para seus pais o sustentarem em um bom colégio. Adorava matemática e...

  • A mentira

             Embora não fosse rica, Clarinha era uma menina a quem nada faltava. Morava numa casa confortável, tinha uma família amorosa e, tudo o que desejava, na medida do possível, seu pai lhe comprava.          Mas...

  • Vermelha de vergonha

    Ainda estou vermelha de vergonha, Sinto o rosto queimar, Meu coração parece que apanha, Preciso me acalmar, Mas, se alguém me acompanha, Vou minha história contar. Tudo começou quando ganhei de presente Uma carteira diferente. Fiquei empolgada Queria enche-la de trocados. Enquanto papai o carro...

Passatempo Espírita © 2013 - 2021. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode