Você e nós

Espíritos eternos, estamos hoje no ponto exato da evolução para o qual nos preparamos, com os recursos mais adequados à solução de nossos problemas e tarefas, segundo os compromissos que abraçamos, seja no campo do progresso necessário ou na esfera da provação retificadora.

Achamo-nos com os melhores familiares e com os melhores companheiros que a lei do merecimento nos atribui.

À vista disso, permaneçamos convencidos de que a base de nossa tranqüilidade reside na integridade da consciência; compreendamos que todas as afeições problemas em nossa trilha de agora constituem débitos de existências passadas, que nos compete ressarcir, e que todas as facilidades que já nos enriquecem a estrada são instrumentos que o Senhor nos empresta, a fim de utilizarmos a vontade própria, na construção de mais ampla felicidade por vindoura e entendamos que a vida nos devolve aquilo que lhe damos.

Na posse de semelhantes instruções, valorizemos o tempo, para que o tempo nos valorize e permaneçamos em equilíbrio sem afetar aquilo que não somos, em matéria de elevação, conquanto reconhecendo a necessidade de aperfeiçoar-nos sempre.

Se errarmos, estejamos decididos à corrigenda, agindo com sinceridade e trabalhando fielmente para isso.

Você e nós estejamos convencidos, diante da Providência Divina, que possuímos infinitas possibilidades de reajuste, aprimoramento, ação ou ascensão e que depende, tão somente de nós, melhorar ou agravar, iluminar ou obscurecer as nossas situações e caminhos.

(Coragem. Espírito André Luiz. Psicografado por Chico Xavier).