Você conhece Nosso Lar?

    -Oi Chico !

    -Oi André !

   -Vamos reviver as histórias e memórias que vivi em NOSSO LAR ?

    - Nosso Lar ?  Onde fica este lugar ? É aqui ?

    - Não é não , mas agora vou lhes contar .

    Nosso Lar é um lugar

    Do plano espiritual

    Alguns chamam de colônia

    Ou cidade do astral .

    - Ah , sei , pra lá vão os que morreram ou deixaram de existir...

    - Errado .

    - ÃaaH ! Peraí , não entendi .

    - Não se morre , desencarna , deixa só o corpo aqui.

    - O espírito segue em frente, continua a viver  ?

    - Sim, pois o espírito é imortal , e continua pra poder evoluir.

    - Então todos vão pra lá ?

    - Depende da sua  conduta moral ,

    - Podem ir para as colônias ou até para o Umbral . Mas esse é outro assunto...

    - Vamos conhecer Nosso Lar , vaaamos juntos ...

    - Nossa ! Parece que estamos voando !

    - Calma, que nós  já estamos chegando !

    - Nosso Lar fica no plano espiritual , perto do estado brasileiro do Rio de Janeiro.

      - Vou contar para você e para todos os amiguinhos , como cheguei aqui pela primeira vez:

    - Está bem , vamos ouvir.

    - Logo que desencarnei ...ou deixei de existir . Perdi-me um pouco no caminho, fui parar na escuridão, na região do Umbral e fiquei muito triste, nas trevas do meu próprio coração.

    Mas quando já perdia a esperança, lembrei que quando criança, rezava a Deus com fé e confiança,

    Então, um clarão se fez , e amigos que não conhecia vinham para me socorrer naquele dia, e mostrar que poderia sair de lá.

      - Assim, a Nosso Lar , cheguei !

    Primeiro era um hospital , desses brancos com alvos lençois.

    Aconchegante e tão limpo como eu  nunca tinha visto.

    Da janela pude ver variedades de flores,

    Tão belas e radiosas,

    Jasmins, hortencias e rosas.

    Perfumes  iguais nunca senti.

    Luzes tão brilhantes, 

   Raios vinham de todos os lados, num sol morno e reconfortante.

    Que me deixavam cada dia mais curado.

    Amigos, médicos de Deus

    Pessoas de Amor verdadeiro

    A exercer a caridade com extremada bondade

    Fiz alí grandes amigos , mas dois em especial :

    Clarêncio, irmão da paz que me ouviu nos momentos de súplica e dor

    Lísias, que acompanhou meus primeiros passos e me mostrou os caminhos do amor.

    Companheiros que jamais hei de esquecer  e pra sempre hei de admirar,

    Em toda a minha jornada , na Terra ou em Nosso Lar.

    Ao por-do-sol , oração graciosa

    Convida os seus habitantes

    Para uma preciosa meditação,

    Remédio para os que ainda sofrem

    Mas repleto de alegria as almas que alí servem generosas.

    Em Nosso Lar , todos são convidados a mesa do Pai Universal

    Os espíritos inferiores se alimentam de substancias fluídicas.

    No começo, um pouco difícil compreender todas as “novidades”

    Mas com ajuda de todos , vão se ajustando as visões e acalmando-se as curiosidades.

    Com paciência , é necessário saber que é preciso, se conhecer mais,

    Aprender mais, estudar mais , confiar mais.

    Quando menos se espera , exercitando o amor e a benevolência

    A vida se normaliza , tranquiliza-se  a consciência.

    Uma morada para acolher, no repouso .

    Amigos se fazem família a prestar-lhe toda a assistência.

   Compartilham-se ternura e afetos , faz-se laços de verdadeira compreensão.

    Em Nosso Lar tem trabalho , mas também tem diversão.

    O Trabalho tem pra todos,

    Desde ajudar irmãozinhos recém-chegados ,

    Até consolar os que ainda não estão bem adaptados.

    Tem hospital, tem escola, ministério de regeneração,

    Templos, bibliotecas, cozinhas onde se prepara alguma refeição.

    Para  divertir-se  tem  teatros ou  bosque das canções.

    O Aeróbus é um carro aéreo que transporta para qualquer lugar quem ainda não aprendeu a volitar.

    Praças, jardins e torres a se perderem na imensidão do céu .

    Em Nosso Lar como em outras cidades espirituais

    É necessário que os corações se abram para os sentimentos de fraternidade.

    É preciso saber viver com sabedoria e  humildade

    Pensar antes no bem que se poderá fazer pelos outros

    E assim entender melhor o sentido da humanidade.

    Aprendi a admirar Nosso Lar

    Muitas coisas que havia perdido tive que reconquistar

    Ter fé em Deus como pai que não abandona

    E valorizar a vida.

    Melhorar cada vez mais e sempre,  pois nada se esconde do lado de lá”.

    - Adorei , essa história André ! Dá pra continuar ?

   - Eu também gostei do convite para minhas memórias contar , dá pra falar um tempão , a espiritualidade é um assunto longo, inesgotável, e de muita opinião,  mas agora tão me chamando vamos deixar para outra ocasião ?

(Paty Bolonha. Inspirado no livro “Nosso Lar’’. Psicografado por Chico Xavier)