Dinâmica - Plantando Feijão

Objetivo: Mostrar que as plantas  possuem um princípio vital que permite que elas cresçam e se desenvolvam.

Participantes: Indefinido.

Tempo Estimado: 10 minutos.

Material: Recipiente: copo plástico ou metade de uma garrafa pet, algodão, água e 2 feijões. 

Descrição: O Evangelizador deverá levar uma amostra do feijão em desenvolvimento, para apresentar aos alunos. Depois, deverá distribuir para cada criança, o copo plástico, o algodão, água e os 2 feijões e instruí-las da seguinte forma: Primeiro, você precisa umedecer o algodão com a água. Cuidado para não encharcar o algodão, é necessário apenas umedecê-lo (obs.: Prefira água filtrada sem cloro). Depois, forre o fundo do recipiente descartável com o algodão umedecido. Coloque os feijões sobre o algodão, coloque o copo em um local iluminado (não deixe no sol) e não deixe o algodão secar. Molhe o algodão com um pouco de água toda vez que estiver seco, de preferência de dois em dois dias.  Mais ou menos em 3 dias, a raiz começará a aparecer e um pouco mais tarde seu feijão vai começar a nascer. Quando o feijão atingir cerca de 20cm, é a hora de retirar o feijão do copo, pois ele já está bem grandinho e a reserva nutritiva já acabou. Se ele continuar no algodão, pode até morrer. Depois, é só você procurar um lugar com bastante terra, no jardim da sua casa, por exemplo, e cavar um buraco de cerca de 10cm de diâmetro, por 10cm de profundidade, com o auxilio dos seus pais.

 

Comentário:  O princípio ou fluido vital é o que lhes dá movimento e atividade e os distingue da matéria inerte... Têm-se visto grãos de trigo germinarem depois de séculos. Há, pois, nesses germens um princípio latente de vitalidade, que apenas espera uma circunstância favorável para se desenvolver. ( O Livro dos Espíritos. Questões 45 e 66. Allan Kardec. )

 

(baseada no site: http://www.planetinha.com.br/professor/item/44-plantando-feij%C3%A3o-no-potinho.html e no Livro dos Espíritos. Questões 45 e 66. Allan Kardec)