Dinâmica - Parábola da torre

Objetivo:  Compreender a importância de edificar a nossa alma, isto é, construir uma torre de virtudes, através de muito esforço e boa vontade.

Participantes:  Indefinido.

Tempo Estimado: 30 min.

Material:  caixinhas de remédios ou de leite ( estrutura da casa) , papel ondulado (telhado) , papel laminado prata (janelas),  papel cartão (portas) papel espelho colorido (encapar as caixinhas), canetinha colorida, tesouras , cola, estilete.

Descrição: Formar grupos com três alunos, para construir uma maquete que possua escola, hospital, casa, asilo, supermercado , etc, ou ao invés disso, os grupos deverão construir torres, onde deverão escrever as virtudes em suas paredes. Cada grupo será responsável por uma obra e deverá fazer um planejamento. Por exemplo: Um dos integrantes do grupo será responsável por cortar e colar papel sobre a estrutura da obra, o outro deverá fazer o telhado, e o outro a(s) porta(s) e janela(s). 

Obs.: Se for utilizar o estilete para recortar algo, um adulto deverá realizar a tarefa.

Comentário: Se você der todas as suas forças para tornar-se bondoso, honesto, cumpridor dos seus deveres; abandonando os maus costumes, os vícios, não acompanhando os maus exemplos, você estará construindo sua torre (que significa seu valor moral, o aperfeiçoamento espiritual). Para sermos cristãos verdadeiros, (...) é preciso que paguemos o preço do esforço e da renúncia. Esforço no caminho do bem e renúncia de tudo que prejudica nosso espírito. Examine sua alma. Pense no que você é. Faça os cálculos de seus valores morais e de seus defeitos, tal como fez o construtor da torre. Analise, num exame de consciência, seu próprio espírito.... Faça isso sinceramente. ( História que Jesus contou. Cap. 9. Clóvis Tavares )

 

(Baseada no DIJ - CEEAK e no livro: Histórias que Jesus contou. Cap. 9. Clóvis Tavares)