O meu melhor amigo

            Joãozinho gostava de ouvir falar sobre Jesus. Porém, não gostava nada de falar sobre a escola. Não queria estudar.

            Como não sabia ler, fazia muitas perguntas aos seus irmãos e aos seus pais: - Onde está Jesus? O que Ele faz? Como é Ele?

            Muitas vezes, ele ficava pensativo, e a sua cabecinha imaginava mil coisas sobre Jesus.

            Num domingo ensolarado, Joãozinho foi fazer um passeio com sua família. Passaram o dia num lugar maravilhoso, onde havia árvores, flores, e um lindo lago de águas azuis.

            Levaram um cesto com sanduíches, bolos, sucos. A alegria era geral: o garotinho se sentia feliz, igual a um passarinho, voando para todos os lados. Sim, porque Joãozinho não parava estava eufórico, junto às árvores. Corria sem parar. 

            Cansado de tanto subir e descer, deitou-se sob uma árvore e acabou adormecendo. Não demorou muito, viu chegar alguém perto dele. Admirado, perguntou-lhe:

            - Você parece um anjo. Quem é você?

            - Eu sou Jesus.

            O menino, surpreso com aquela visita,  não sabia o que fazer. Então ouviu Jesus dizer:

            - Calma, Joãozinho, sou seu amigo! Você precisa estudar. Ouça-me! Sou seu amigo!

            Muito confuso, o garoto retruca:

            - Meu amigo? Que bom! Agora poderei saber tudo sobre você. Jesus!

            - Ele olhou docemente para o menino e respondeu:

            - Primeiro, Joãozinho, você precisa ir à escola, e lá, você vai aprender a ler! Depois será mais fácil você saber o que deseja. Não se esqueça que estou sempre ao seu lado. Sou amigo de todas as crianças!

            Nisso, Joãozinho é acordado pelo irmão, que o avisava da hora do almoço.

            O garoto ficou pensativo e emocionado. A mãe, notando o filho um tanto estranho, perguntou o que se passava, e ele respondeu:

            - Estou emocionado, porque falei com Jesus! Ele disse ser o amigo de todas crianças!

            - Você devia estar alegre, disse-lhe a mãe.

            - Estou contente, mamãe, mas eu gostaria de ter conversado um pouco mais com Ele! Me acordaram, e Jesus foi embora.

            - Sua mãe afirmou, bondosamente:

            - Não foi, não. Jesus está sempre ao lado das crianças!

            - Verdade? disse, arregalando os olhinhos. Que bom! Então Ele vai me acompanhar à escola! Quando eu for aprender a ler. Ele irá comigo. E vou ler muitas coisas sobre Jesus!                

(autor desconhecido)