O menino Duda

            Eduardo era um menino muito rico e era conhecido por todos como Duda, o generoso.

            Duda morava em uma grande fazenda. Ele tinha muitos brinquedos e doces, pois seus pais lhe enchiam de presentes.   

            Mas estas coisas não eram tão importantes para Duda.  Quando estava na escola dividia tudo o que tinha com os seus colegas mais pobres, pois o maior tesouro para ele era poder ajudar e deixar as pessoas mais felizes .

            Duda não precisava trabalhar, pois ainda era criança, mas ele gostava muito de cuidar dos animais. Cuidava dos coelhos, das galinhas, dos porquinhos, dos patinhos. Todos os dias dava de beber ao Burrinho e apanhava o melhor capim para ele. O burrinho admirava a dedicação que o menino lhe dispensava.

            Nisso, apareceu uma vizinha , a Dona Galinha, e o Burrinho ofereceu a mesma ração a ela, que aceitou e perguntou-lhe:

            - Com quem você aprendeu a ser assim tão bom?

            O Burrinho respondeu:

            - Fiz o mesmo que o Duda faz por mim. Nisso, chegou perto deles um outro vizinho, do  sítio ao lado, o Porquinho,  e o Burrinho  ofereceu-lhe sua ração. O Porquinho aceitou.

            Vieram depois o Pato, o Galo, a Cabra e até o Papagaio de uma pobre fazenda, aos quais o Burrinho também ofereceu a sua comida, e todos aceitaram.

            O Papagaio, satisfeito, perguntou:

            - Por que você deu de comer a todos nós?

            O Burrinho respondeu:

            - Sabe, senhor Papagaio, meu dono, o menino Duda, cuida bem de mim e me dá muito amor! Me trata como se eu fosse gente. Não me deixa passar fome ou sede. Foi com Duda que aprendi a dividir .Ele também me ensinou que devemos ajudar uns aos outros, pois a verdadeira riqueza está no trabalho em benefício do próximo.  Estou muito feliz , vendo que todos estão bem alimentados. Assim, o Burrinho conquistou novos amigos.

 

( Adaptado da História ''O menino Duda'' - Autor desconhecido)