O irmãozinho

Quando nasceu Antoninho,

Disse vovó, com carinho:

 

-Nesta adorável criança,

temos mais uma esperança!

 

Ganhamos um novo amigo

Que procura nosso abrigo.

 

É um Espírito que vem

Buscar a verdade e o bem;

 

Crescerá, junto de nós,

Terá força, terá voz...

 

Agora, é um bebê risonho,

No berço feito de sonho;

 

Amanhã, que se comporte,

Será homem nobre e forte.

 

Seu coração está ceio

Da grande luz de onde veio.

 

Ele volta ao nosso nível

Da imensa esfera invisível,

 

Procurando amor e luz

Para servir a Jesus.

 

Em seguida, vovozinha

Beijou-lhe a face branquinha,

 

E falou, fundo o intervalo:

-Deus nos ajude a guardá-lo.

 

(Jardim da Infância. Espírito João de Deus. Psicografado por Chico Xavier).