Dinâmica - O homem de bem I

Objetivo: Conhecer  algumas  virtudes que constituem o homem de bem

Participantes:  Máximo 14 alunos

Tempo estimado: 20min

Material: Lousa, giz, lápis e papel

Descrição:  O evangelizador deverá desenhar um menino na lousa e escrever, ao lado,   as iniciais de cada virtude ( A: Amor, B: Bondade ,  C: Caridade,  compaixão e  calma, E: Esperança e esforço, F: Fé, H: Humildade, I: Indulgência, J: Justiça, M: Moral e modesto, O: Obediência,  P: Paz,  paciência e  perdão, R: Resignação e respeito, S: Sabedoria, T: Trabalhador) .Na primeira rodada, em ordem, pedirá que cada aluno diga apenas uma virtude, desde que não repita a do colega e ao lado anotará o nome do aluno (aqueles que não souberem deverão sair do jogo). Na segunda rodada, o evangelizador pedirá que levante a mão quem se recorda de mais virtudes, podendo dizer uma somente. Deve-se fazer várias rodadas, até  que ninguém mais levante a mão. O aluno que acertar mais virtudes será o vencedor.

Comentário: Esta não é a enumeração de todas as qualidades que distinguem o homem de bem, mas todo aquele que se esforce em possuí-las, está no caminho que conduz a todas as outras (O Evangelho Segundo o Espiritismo. Cap. 17. Item 3. Allan Kardec)   

(baseada no livro O Evangelho Segundo o Espiritismo. Allan Kardec)