O caminho do céu

Às crianças do “Olympia Belém”

 

Ouve, agora, meu anjinho,

Se procuras o caminho

Do paraíso no Além,

Cultiva o jardim do amor,

Trabalha e atende ao Senhor

Sem fazer mal a ninguém.

Sê bondoso e diligente,

Serve ao mundo alegremente,

Apega-te aos homens bons;

Foge à discórdia que exalta

A treva, a revolta, a falta

E busca os divinos dons

Depois, filhinho, mais tarde,

Entenderás sem alarde

Que a senda de perfeição

Para toda criatura

Começa, risonha e pura,

Por dentro do coração.

(Nosso livro. João de Deus. Psicografado por Chico Xavier)