O ambiente em que naceis*

        Nascestes em um lar, porque antes fostes orientado a ele, na conjuntura das forças que dirigem os destinos.

         Aonde nos afeiçoamos temos algo de nós e que nos chama, desde os fatos do passado distante, até profundas afinidades que nos levam a grandes realizações. Compete a nós outros entendermos o ambiente em que nascemos e fazermos o melhor ao nosso alcance, para que o amanhã não se esqueça de nós com os frutos, filhos das sementes que deixamos, por amor, no jardim do lar.

         Para tanto, o bom senso nos diz que devemos colocar um moderador entre a mente e o coração, de maneira que se filtrem os nossos impulsos inferiores e se abrande o entusiasmo exagerado, que pode nos levar a desvios improdutivos. O espírito não vive de heranças. O que a Lei Universal nos faculta herdar são os atributos de Deus. Não obstante, andamos nas sendas evolutivas em grupos afins e, por vezes, renascemos em um lar terreno com as mesmas tendências dos que nos receberam, por amor à causa da grande fraternidade.

         Herdamos o que precisamos, nos caminhos do aprendizado. Já nas leis biológicas, as tendências são mais fortes. Nascemos de uma linhagem, predispostos a sofrer as mesmas enfermidades que os nossos ancestrais gravaram nos gens e, por linhas invisíveis, somos colocados, espíritos e gens, nos mesmos caminhos. Porém, o espírito é espírito. Podem remover alguns, ou todos, os obstáculos que poderão surgir na pauta dos acontecimentos delineados pelo carma.

         Vós sois o que desejais ser, dentro daquilo que já alcançastes na lei natural do despertar espiritual.

         Podeis modificar muita coisa no roteiro da vossa existência, porque a vida feliz pertence ao saber e a quem aprendeu a amar.

         Deveis e podeis dominar o ambiente em que viveis. Não um domínio na expressão comum do termo, mas uma libertação conquistada pelo conhecimento da verdade.

         Dentro do vosso lar e no ambiente do vosso trabalho, deveis conquistar amizades, predispondo todos os corações que vos cercam para o mesmo labor, porque é nesse clima de alegria que podeis ajudar na harmonia de todos os vossos corpos, que vos tecem os caminhos da verdadeira iniciação

         Quando vos reunis com um grupo de almas afins,o éter cósmico que vos interpenetra como vida, por bênção de Deus, grava o que pensais e fotografa o que sentis, guardando nas consciências uma cópia e viajando com a outra em todas as direções do infinito, para mostrar ao centro da vida maior, o que fazeis da vida e pela vida. Sendo assim, como negar o que somos?

         O ar da vossa residência pode estar carregado de forças sutis geradas pelo amor puro, ou empestado de magnetismo inferior, que pode fazer sofrer todos os familiares. E as crianças são as mais atingidas, devido à sua ainda recente formação biológica e à precária união entre o espírito e o corpo. Podeis fazer muito pelos vossos familiares, se o vosso comportamento corresponder à vossa consciência em Cristo.

         Se a vossa casa não conhece a discórdia, não vive em lamentações, alegra-se com a virtude e está sempre disposta ao perdão, certamente que o  amor e a alegria formam a atmosfera reinante dentro dela.

         A água que bebeis e os alimentos que tendes em casa estão impregnados desses fluidos de luz, que se multiplicam em saúde para todos os que convivem convosco. Se ainda não conquistastes um ambiente ideal para viver em paz, começai hoje, meu filho, que os espíritos encarregados dessa harmonia vos ajudarão em todos os vossos esforços e, algum dia, colhereis os frutos do vosso empenho.

         Lembremo-nos de Jesus, quando Ele disse: "Aquele que perseverar até o fim, será salvo". Senti o ambiente em que viveis, como sendo o vosso próprio céu, mas fazei algo por ele, porque depois de Deus, o resto está em vossas mãos, como fruto do vosso labor.

         Lembrai-vos de que não há problema sem solução, nem dificuldades que não se resolvam, quando nós caminhamos com Aquele que é o Caminho, a Verdade e a Vida. (Livro: Saúde. Espírito Miramez. João Nunes Maia)