No caminho terrestre

Espírito reencarnado

No corpo que te contém,

Ante as provas necessárias,

Espera fazendo o bem.

 

Se aguardas tranqüilidade

Na luta que te advém,

Em qualquer lance da estrada,

Espera fazendo o bem.

 

Exerces muitos encargos,

Sem apoio de ninguém...

Não te queixes, nem reclames,

Espera fazendo o bem.

 

Sobre a tarefa em que vives,

Muita pedra sobrevém,

Sê fiel à obrigação,

Espera fazendo o bem.

 

Calúnia veio ferir-te

Sem que se saiba de quem,

Não somes forças das trevas,

Espera fazendo o bem.

 

Padeces desilusão,

Sarcasmo, insulto, desdém...

Não permutes mal por mal,

Espera fazendo o bem.

 

Lamentas pesares, golpes,

Choras o escárnio de alguém,

Tristeza não edifica,

Espera fazendo o bem.

 

Alguém te falou com mágoa

Do lodo que o mundo tem,

Contempla o céu, fita o sol...

Espera fazendo o bem.

 

Se queres felicidade

Na terra e no mais além,

Não te afastes do serviço,

Espera fazendo o bem.

 

Deus é Pai justo e Perfeito,

Dá tudo e nada retém,

Se anseias vida mais alta,

Espera fazendo o bem.

 

(Mãos marcadas. Espírito Casimiro Cunha. Psicografado por Chico Xavier)