Na execução da divina Lei

Amemos a Deus sobre todas as cousas, procurando-lhe o Reino do Amor, em cuja edificação devemos contribuir.

 Auxiliemos ao próximo, tanto quanto desejamos ser auxiliados.

 Cumpramos, de boa vontade os deveres de cada dia.

 Honremos os familiares amparando-os, quanto nos seja possível.

 Procuremos não prejudicar a ninguém.

 Trabalhemos com alegria servindo a todos, em favor de nós mesmos.

 Desculpemos as faltas alheias, compreendendo quanto temos errado por nossa vez.

 Não cobicemos dos outros senão as virtudes e as qualidades respeitáveis que nos compete imitar na experiência comum.

 Busquemos não realizar despesas além das nossas possibilidades, ainda mesmo que essa medida nos custe sacrifícios ingentes.

 Conservemos a saúde, através de hábitos dignos, espalhando, em torno de nós, a alegria e a fé, o otimismo e a confiança.

 Não nos cansemos de aprender, entendendo que o progresso da alma é infinito, no espaço e no tempo.

 Vivamos cada dia as bênçãos do serviço e do estudo, da prática do bem e do concurso fraterno, com paciência e compreensão, à frente de todas as situações, de todas as pessoas e de todas as cousas, na certeza de que poderemos ser convidados à prestação de contas da própria vida, a qualquer momento, e assim estaremos habilitados a viver diante do Senhor e diante das criaturas, cumprindo fielmente a Divina Lei.

(Assim vencerás. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)