Hoje ainda

 Não esperes a morte para escolher uma nova existência.

Experimenta agora a renovação.

 

 Hoje ainda é o problema.

Lembra o milagre das horas e ajuda a ti mesmo.

Há sementeiras de resposta imediata.

 

 Hoje ainda, o dever bem cumprido transforma-se em competência e dignidade,  gentileza converte-se em alheia cooperação,  bondade conquista melhoria e respeito, renúncia atrai simpatia e segurança,  silêncio ante a leviandade traz a bênção da estima,  esforço próprio no estudo acumula a riqueza indestrutível,  e disciplina dos impulsos inferiores é capitalização de valores morais…

 Não te prendas à ideia do futuro. O Cristo, que prometeu amparar-nos até ao fim dos séculos,  permanece conosco onde surge o trabalho do amor e da educação.

 Lembra, pois, as virtudes do “agora” e aprendamos a começar.

 Não olvides que se esperas por Jesus, no socorro daqueles que vêm do Céu, Jesus espera por nós na pessoa dos mais necessitados da Terra!…

 E já que sabes discernir na escolha da luz, afeiçoa-te ao melhor, desde hoje, para que, amanhã, não digas desalentado:

— “Passei pela presença do Senhor; contudo, eu estava cego e não sabia…”

 

(Correio fraterno.Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)