História simbólica sobre evolução espiritual

        Numa pequena escola de aldeia, o professor  surpreendia seus alunos com a revelação de que no alto de  íngreme montanha havia extraordinário tesouro. Tão grande era aquela riqueza, que encheria de felicidade a vida de quem a possuísse.

        Os alunos mostravam-se muito interessados em conquistar o precioso tesouro, mas, para tanto, seria necessário escalar a montanha, onde existiam muitos obstáculos e perigos.

        Como não estivessem preparados, o mestre, pacientemente, passou a instruí-los, dia após dia, desvendando todos os segredos da difícil escalada.

        Não iludiu os aprendizes quanto às dificuldades que encontrariam, mas falou da importância da cooperação entre eles. Ensinou-lhes técnicas de difícil execução, fez inúmeras demonstrações, que bem revelavam todo o seu saber; despediu-se e partiu.

        Os aprendizes puseram-se em campo para a conquista, do tesouro. Muitos, do sopé da montanha, olhavam desanimado o caminho a percorrer e desistiam . Outros começavam a subida, mas arranhados nas asperezas da caminhada, doloridos, mostravam-se contrariados com os obstáculos a transpor . Alguns, mais perseverantes punham em prática as lições aprendidas com o mestre e nem irritados nem desanimados, iam vencendo um a um os obstáculos cada vitória dava-lhes alegria. Nas dificuldades maiores, amparavam-se mutuamente e emprestavam as ferramentas de que dispunham para facilitar a caminhada. Os que iam á frente ensinavam o segredo das suas vitórias aos que estavam mais abaixo. Assim, alguns já haviam alcançados o cume da montanha. Exultavam de alegria . Alcançaram o tesouro inestimável e singular! Todos o compartilhavam, mas ninguém era seu proprietário. Entenderam que a grande felicidade que sentiam era justamente poder compartilhá-lo.

      E do alto da montanha, contemplavam os que estavam abaixo, indecisos e sofridos. Resolveram, então, ir ao encontro deles, estender-lhes as mãos e ensinar-lhes novamente as experiências vitoriosas da subida.

     Cada um, tomando uma direção retornou confiante ao sopé da montanha para auxiliar seus companheiros.

 

Essa história retrata a evolução do espírito.

A montanha íngreme com seus obstáculos representa o caminho da evolução, isto é a vida e seus desafios, exigindo-nos paciência e esforço para vencê-los.

A escola é a Terra, cujo mestre principal é Jesus, que nos ensinou os meios de alcançarmos os tesouros da felicidade.

Os aprendizes somos todos nós, em níveis diferentes de evolução. Uns desanimados, outros queixosos diante das dificuldades, outros mais à frente, vencedores e alguns já tendo alcançado o tesouro da bondade e da sabedoria.

Estes vêm a Terra desempenhar importantes missões de ajuda às criaturas.

 

(Fonte: http://lubeheraborde.blogspot.com.br/2013/05/historia-simbolica-sobre-evolucao.html)