Em constante renovação

“Renovai-vos no espírito…” — PAULO (Efésios, 4.23)

 Aperfeiçoar para o bem é impositivo da Lei.

 Em muitas ocasiões, afirmas-te cansado, sem qualquer recurso para empreender a tua transformação.

 Acreditas-te doente, incapaz…

 Dizes-te inabilitado, semimorto…

 No entanto, agora, como há séculos de séculos, a Natureza em tudo é sublime renascimento.

 Renovam-se os dias.

 Renovam-se as estações.

 Velhas árvores decepadas deitam vergônteas novas.

 Pedras multimilenárias dão forma diferente aos serviços da evolução.

 Na própria química do corpo em que temporariamente resides, a renovação há de ser incessante.

 Renova-se o ar que respiras.

 Renova-se o alimento de que te nutres.

 Renova-se a organização celular em que te apoias.

 Renova-se a limpeza que te acalenta a saúde. Deixa, assim, que a tua emoção e a tua ideia se transfigurem para fazer o melhor.

 Estuda, raciocina, observa e medita…

 Mais tarde, é certo que a reencarnação te conduzirá para novas lutas e novos ensinamentos; entretanto, permanece convicto de que toda lição nobre, aprendida hoje, por mais obscura e mais simples, será sempre facilidade a sorrir-te amanhã.

 (Palavras de vida eterna. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)