Dinâmica - No reino das virtudes

Objetivo: Compreender a necessidade de adquirir o amor e a sabedoria para entrar no Reino de Deus.
Participantes: Máximo 10 alunos.
Tempo Estimado: Indefinido .
Material: Lousa, giz, lápis de escrever, lápis de cor, papel sulfite . 
Descrição: O Evangelizador deverá escrever, previamente, o seguinte título na lousa:"Reino de Sabedoria e Amor".  E durante a narrativa da história  deverá sortear dez alunos para desenhar na lousa com giz cada tarefa descrita entre parênteses. Portanto, cada um vai continuar o desenho do outro. Caso alguém tenha dificuldade para desenhar , mostre uma referência da ilustração.  A última virtude deverá ser descoberta pelos alunos, através das informações contidas na história: "Virtude que não pedia qualquer consideração"; "evitando os espelhos da popularidade e da fama". Após descobrirem, faça um comentário  e depois peça para cada um fazer sua própria mansão num mundo feliz.
 
História:Reino das Virtudes (Livro: Amizade. Espírito Meimei. Psicografado por Chico Xavier )
  Conta-se que o Senhor desejou levantar grande mansão destinada à moradia de certo orientador de encargos complexos, num mundo feliz, e para isso convocou algumas das Virtudes do seu Reino de Sabedoria e de Amor.
  Apareceu a Geometria e escolheu o local no topo de um monte (peça para desenhar  um monte).
Veio o Cálculo e traçou os planos (peça para delimitar o tamanho da casa).
Chegou o Gênio das Invenções e ergueu máquinas que garantissem a segurança e o conforto na construção (peça para desenhar um trator).
  Surgiu o Equilíbrio e orientou a formação de pisos e vigas, cornijas e paredes, tetos e mirantes (peça para desenhar as paredes e o teto).
  Destacou-se a Higiene, que cuidou de tudo o que se reportava ao asseio (peça pra desenhar um cesto de lixo e vassoura).
  Veio a Beleza e decorou o palácio com imagens e cores de elevada significação (peça para pintar a casa e enfeitá-la).
  A Cultura entrou em atividade e organizou valiosa biblioteca ( peça para desenhar uma biblioteca na casa).
A Prudência compareceu e guiou a fabricação de portas e chaves (peça para desenhar a porta com chave e janelas).
A Alegria apareceu e plantou belo jardim (peça para desenhar um jardim com flores).
Terminada a obra, o Senhor veio examiná-la mas não pareceu satisfeito.
Alguns dos aposentos eram sombrios e depois do entardecer a noite dominava todo o grande recinto.     À vista disso, recomendou mais ampla cooperação dos Cimos e a Administração dos Céus enviou-lhe outra Virtude que não pedia qualquer consideração.
Abordou a paisagem, evitando os espelhos da popularidade e da fama, penetrou no castelo, sem perder tempo, e, lá dentro, esculpiu a tomada elétrica, retirando-se logo após.
Desde esse momento, a vivenda, tanto quanto quisessem os moradores, convertia-se em soberbo espetáculo de luz.( peça para desenhar as lâmpadas deixando a casa iluminada).
Multidões de curiosos cercaram a mansão, no intuito de algo perguntar a quem realizara semelhante prodígio, no entanto, não mais encontraram a mensageira.   ( Alguém saberia dizer qual é a virtude que iluminou a casa?-  perguntar aos alunos).
 
Comentário:  Essa Virtude trazia o nome de Humildade. (...) Jesus disse: Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. (Mateus 5:3). Ninguém é concedida entrada nesse reino, sem a  simplicidade de coração   e   humildade de espírito *.   A humildade conquista o amor** .Já se disse que duas asas conduzirão o espírito humano à presença de Deus.  Uma chama-se Amor, a outra, Sabedoria.  Pelo amor, que, acima de tudo, é serviço aos semelhantes, a criatura se ilumina e aformoseia por dentro, emitindo, em favor dos outros, o reflexo de suas próprias virtudes; e, pela sabedoria, que começa na aquisição do conhecimento, recolhe a influência dos vanguardeiros do progresso, que lhe comunicam os reflexos da própria grandeza, impelindo-a para o Alto. Através do amor valorizamo-nos para a vida. Através da sabedoria somos pela vida valorizados.***
*O Evangelho Segundo o Espiritismo. Cap. 7. Item 2. Allan Kardec.  
** Pão nosso. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier.
*** Pensamento e vida. Cap.4. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier .
(Baseada nos livros:Amizade . Meimei. Psicografado por Chico Xavier / O Evangelho Segundo o Espiritismo. Cap. 7. Item 2. Allan Kardec/Pensamento e vida. Cap.4. Espírito Emmanuel. Psicografado por Chico Xavier)