Dinâmica - Justiça

Objetivo: Perceber a diferença entre as situações justas e injustas do nosso dia a dia.

Participantes: Indefinido.

Tempo Estimado: 20 min.

Material: imagem das placas (imprimir em papel canson  A4) , palitos de sorvete, tesoura, cola branca.     

Descrição:  O Evangelizador deverá confeccionar, previamente, duas placas  : JUSTO e INJUSTO ( recorte as imagens das placas e cole um palito de sorvete em cada uma delas para fazer a haste).   Depois o Evangelizador  deverá distribuir para cada aluno as duas placas, explicando que após ler cada frase deverão indicar com uma das placas se a situação  exempificada   é justa ou injusta.  Após a leitura de cada frase e obter as respostas dos alunos, é importante o Evangelizador fazer um breve comentário.

Obs.1: É importante lembrar  os alunos de que não devem  julgar as pessoas, e que nesta atividade estamos analisando algumas situações para o nosso  próprio aprendizado.

Obs.2: Se algum dos alunos mostrar a placa incorreta, questione porque optou por aquela resposta.

Frases :

1. Ajudar a limpar e organizar os utensílios da casa, pois seus pais trabalham muito. (Justo)

Comentário : Desde de pequenos temos o dever de ajudar nossos pais através de pequenas tarefas. Desta forma, estaremos aprendendo o valor do trabalho e do auxílio mútuo.

2. Ficar proibido de jogar vídeo-game, por ter tirado notas baixas nas provas. (Justo)

Comentário: É importante saber, que existem momentos para estudar, para trabalhar  e para se divertir. No entanto,  se utilizarmos a maior parte do tempo para diversão, não aprenderemos preciosas lições para a nossa evolução.

3. Não emprestar os seus brinquedos novos para os seus irmãos ou amigos. (Injusto)

Comentário: Não podemos ser egoístas e apegados as coisas materiais. Devemos fazer pelos outros o que quereríamos que os outros fizessem por nós.

4. Receber advertência da professora por colar durante a prova. (Justo)

Comentário :  A professora tem a obrigação de advertir - lo,  pois aquele que copia não está aprendendo, e além disso, no futuro, terá dificuldades para ingressar na faculdade ou no trabalho.  

5. Perturbar o ambiente com o som alto do celular, sabendo que seu irmão necessita dormir. (Injusto)

Comentário: Não devemos incomodar os outros com barulhos , pois é importante respeitar o espaço alheio. 

6.Receber dos pais uma punição por ter brigado com o colega na escola. (Justo)

Comentário : A punição imposta pelos pais tem como objetivo ensinar que não devemos agir com violência para tentar resolver nossos problemas.

7. Não conseguir um bom atendimento hospitalar, devido ao descaso do médico.  (Injusto )

Comentário: Em qualquer profissão,  o profissional deve procurar cumprir o seu dever da melhor forma possível.

8. Ser obrigado a pintar o muro da escola, por ter pichado na semana passada. (Justo)

Comentário: Sempre devemos reparar o mal que foi feito através da prática do bem.

9. Receber dos pais o privilégio de viajar numa excursão escolar, sendo que ,ultimamente, não tem se comportado bem na escola. (Injusto)

Comentário: Podemos receber alguma recompensa quando a merecemos. No entanto,  isto não quer dizer que devemos fazer o bem para recebermos recompensas, mas sim porque é o nosso dever.

10. Pedir a Deus para que seja muito rico e poderoso. (Injusto)

Comentário: Devemos fazer pedidos que são justos e dignos, como por exemplo, pedir o necessário para viver.

Comentário geral: (...) Justiça é dever de cada um, culto pessoal ao bem de todos, através do respeito ao próximo. Sem ela, o caos dominaria a existência, prestigiando imposição e desordem. Razoável, assim, aceitá-la como sendo obrigação de cada dia, a começar de nossas menores atividades caseiras.  (Hoje. Os outros também. Espírito Emmanuel.  Psicografado por Chico Xavier . Fonte: Bíblia do caminho)

(Baseada em autor desconhecido )