Dinâmica - Descubra minha identidade: Dr. Bezerra de Menezes

Objetivo:  Descobrir a identidade do Dr. Bezerra de Menezes , através de fatos importantes sobre a vida.

Participantes:  Máximo 17 alunos.

Tempo Estimado:  Indefinido.

Material:  Bilhetes com frases escritas, caixa de papelão.

Descrição:  O Evangelizador deverá, previamente, escrever as frases em bilhetes e colocá-los dentro de uma caixa. Depois deverá distribuir um bilhete para cada aluno e explicar que neles contém características de uma personalidade muito caridosa e que eles deverão tentar descobrir quem é esta pessoa. Para iniciar, cada aluno deverá ler sua frase na frente dos outros, conforme a ordem numérica. Se logo no ínicio descobrir quem é, o Evangelizador deverá dizer que ainda tem dúvidas, e que os outros deverão continuar lendo suas frases.

Frases:

1. Nasceu no estado do Ceará, em 1831.

2. Desde cedo já demonstrava a sua inteligência, aos 11 anos  iniciava o curso de humanidades.
3. Queria tornar-se médico, mas o pai, que enfrentava dificuldades financeiras, não podia custear-lhe os estudos.
4. Aos 20 anos, tomou ele a iniciativa de ir para o Rio de Janeiro, com pequena quantia, a fim de cursar medicina.
5. Certa vez, quando era estudante de medicina ficou em sérias dificuldades financeiras, mas foi ajudado por um moço desconhecido que lhe pediu para dar aulas.

6. Em 1856, doutorou-se pela Faculdade de Medicina  do Rio de Janeiro.
7. Em 1858, torna-se cirurgião-tenente do corpo de saúde do exército.
8. Teve muitos filhos, casou-se pela segunda vez, após a morte da primeira esposa.

9. O seu consultório, depois do meio dia, enchia-se de gente pobre e rica.

10.Cobrava apenas daqueles que pudessem pagar, e ainda com o dinheiro que ganhava ajudava os doentes, com a compra de alimentos e remédios .
11.Receitava remédios homeopáticos, água fluídica e passes e dava conselhos cristãos, pois era católico.

12. Em 1861, foi eleito vereador  municipal, e anos depois foi também deputado geral e presidente da Câmara , da  província do Rio de Janeiro.
13. Em 1875, recebeu de presente de um amigo um exemplar do Livro dos Espíritos.

14. Após ler o livro, ficou maravilhado e disse para si mesmo: "Parece que eu era espírita inconsciente,  ou, mesmo como se  diz vulgarmente, de nascença".
15. Em 1886, diante de um auditório de cerca de duas mil pessoas , proclamou a sua a conversão ao Espiritismo.
16. Em 1889, tornou-se presidente da Federação Espírita,  onde tentou a todo custo promover  a união de todos os espíritas, pois havia muitas rivalidades. 
17. Ficou conhecido como o 'médico dos pobres', devido ao seu espírito caridoso e prestativo .
 

Comentário: Segundo Canuto de Abreu, " No Brasil nenhum outro espírita ainda se destacou mais que BEZERRA DE MENEZES, o consolidador da Federação Espírita Brasileira e o  orientador e chefe do Cristianismo espírita entre nós.  (Bezerra de Menezes . Subsídios para a História do Espiritismo no Brasil até o ano de 1895 . EDITORA FEESP)

(Baseada em autor desconhecido)