Dinâmica - A caixa do egoísmo

Objetivo: Aprender a repartir as coisas que adquirimos com o nosso próximo.

Participantes: Indefinido.

Tempo Estimado: 10 min.

Material: Chocolates (BIS) conforme a quantidade de alunos, caixa de sapato (sem imagens ou encape com papel espelho), aranhas (feitas em plástico,  EVA ou papel canson A4),  baratas (feitas em plástico ou papel canson A4), formigas (papel sulfite A4), bombril,  barbante, embalagem de danone com massinha de modelar rosa misturada com um pouquinho de chocolate em pó,  embalagem de barra de chocolate, papel sulfite branco, bombom sonho de valsa com a parte de dentro com algodão com um pouquinho de chocolate em pó, cola bastão e fita dupla face. 

Descrição:  Antes de contar a história "Aprendendo a repartir" de Célia Xavier, o Evangelizador deverá aplicar a seguinte dinâmica: Entregue 2 chocolates (BIS) para cada evangelizando e faça a seguinte proposta: Vocês receberam dois chocolates (BIS), portanto vocês possuem duas opções para escolher: 1) Opção - Comer 1 chocolate (BIS) agora, mas aí terá que dar o outro para o Evangelizador.   2) Opção - Comer os 2 chocolates (BIS) somente mais tarde, pois desta forma poderá guardá-los e comer sozinho. 

O evangelizando que escolher a opção 1 poderá comer um chocolate (BIS) naquele momento e dar o outro para um dos Evangelizadores. O evangelizando que escolher a opção 2, deverá colocar os dois chocolates (BIS) na caixa.

A caixa deverá ser usada na contação da história, aparecendo no momento em que o menino pega a sua caixa com guloseimas que estava escondida, dessa forma, os evangelizandos poderão associar o menino da história (real dono da caixa) com eles próprios. O Evangelizador deverá confeccionar a caixa com doces estragados e insetos, conforme a imagem da foto: Desmonte a caixa de sapato, e cole nas suas partes internas  o papel impresso com as formigas. Depois recorte as baratas e aranhas e cole nos espaços em branco. Uma das aranhas poderá ser pendurada com barbante. As embalagens de danone, barra de chocolate e bombom sonho de valsa, deverão ser coladas na caixa com fita dupla face. Coloque a massinha de modelar misturada com um pouquinho de chocolate em pó dentro da embalagem do danone. E retire um parte do bombom sonho de valsa para inserir dentro dele o algodão com um  pouquinho de chocolate em pó. Coloque o bombril e algodão (com os fios mais soltos) onde preferir...

Obs: Se nenhum evangelizando quiser guardar os dois chocolates (BIS) na caixa, um dos evangelizadores deverá participar da brincadeira e guardar os dois chocolates (BIS) na caixa, pois quando ela for aberta, todos terão uma surpresa...

Comentário: A existência terrena é essencialmente efêmera. Ao morrer, ninguém levará consigo as propriedades que acumulou. Assim, importa considerar que os bens são meios para a atuação do Espírito sobre a matéria. Eles são meros instrumentos, que devem ser bem utilizados para o progresso, tanto de quem os possui, quanto da sociedade. (...)De nada lhe adiantará acumular extensas riquezas, à custa de atitudes indignas. Ao final de sua vida, os bens materiais ficarão para trás. Mas você terá de conviver para sempre com sua consciência. Recorde que os bens materiais são instrumentos de que você dispõe para atuar no mundo. Dê-lhes a importância devida, utilizando-os para espalhar a felicidade e o progresso em seu derredor. Desfrute-os, sem egoísmo, repartindo-os com seus semelhantes. Mas, na busca do transitório, não esqueça o que é permanente. Viva cada dia procurando acrescentar valor a sua vida, mediante atitudes generosas e nobres. Ao término de sua existência, a paz que você tiver conquistado não terá preço, mas certamente será muito valiosa. (Redação do Momento Espírita. Fonte: http://www.momento.com.br/pt/ler_texto.php?id=1282&stat=0)

(Fonte: http://trabalhoparajesus.blogspot.com/2016/02/a-caixa-do-egoismo.html)