Dia feliz

 Agradeço o seu bilhete

E tudo quanto me diz,

Solicitando receita

Que faça o dia feliz.

 

 Ao levantar-se da cama,

Procure por seu trabalho,

A profissão é bigorna

Dever é sempre o seu malho.

 

 Não acolha tentações

Conserve claro juízo,

Use o chá de “cale a boca.”

Só fale o que for preciso.

 

 Respeite a hierarquia.

Se o chefe erra em serviço,

Permaneça em seu lugar

Sem comentar nada disso.

 

 Esqueça o mal que se foi,

Pense na força do bem.

Não olvide a cortesia,

Nem trate mal a ninguém.

 

 Ofereça o seu sorriso

A quem passar ou vier,

Brincadeiras e anedotas

Evite quanto puder.

 

 Aprenda a pedir favor

E a quem lhe preste cuidado

Seja sempre agradecido,

Dizendo: “muito obrigado”.

 

 Não fique olhando nos outros

O defeito ou a cicatriz,

E assim estará vivendo

                      Na paz do dia feliz.

(Palco iluminado. Jair Presente. Psicografado por Chico Xavier)