Conselho materno

Ouve, filhinho,

Pelo caminho

Encontrarás

Muita criança

Sem esperança,

Sem luz, sem paz…

 

 Aves pequenas,

Guardam apenas

O pranto e a dor,

Rolando ao vento

Do sofrimento

Esmagador.

 

 Passam a sós,

Erguendo a voz,

Pedindo pão…

Passam em bando,

Dilacerando

O coração.

 

 Ante a tristeza

Dessa aspereza,

Desse amargor,

Filhinho amigo,

Dá-lhes abrigo,

Dá-lhes amor…

 

 És irmãozinho

Do pobrezinho

Que aflito vai…

Nos mesmos trilhos

Nós somos filhos

          Do mesmo Pai

(Jardim da Infância. João de Deus. Psicografado por Chico Xavier)