Companheiros da Doutrina

Examinada de perto,
A luz de nossa doutrina
É sempre a lição que ensina
A paz do caminho certo.
 
Necessário é discernir
A mistura, a ganga, o véu.
Muita vez a água do céu
Torna-se em lama ao cair.
 
O mal vem de ouvidos moucos.
Ou de olhos enevoados.
Há sempre muitos chamados,
Escolhidos? Muito poucos!
 
Verdade é que o coração
Que abraça a nossa doutrina,
Penetra numa oficina
De esforço, de luta e ação.
 
Já não deve andar a esmo
Nas estradas da ilusão,
Mas, buscando a perfeição
Na perfeição de si mesmo.
 
Por isso, a nossa divisa
É oração e vigilância
No Bem que é a substância
Da crença que realiza.
 
No Evangelho de Jesus
Feliz quem pode guardar
A força de realizar
Os grandes feitos da luz.
 
E que em vosso coração
Viva o labor profundo
D’Aquele que é a Luz do Mundo
É o meu desejo de irmão.
(Chico Xavier — Mandato de amor . Casimiro Cunha. Psicografado por Chico Xavier )