Dinâmica - Colônia espiritual : Nosso Lar

Objetivo: Conhecer os elementos que fazem parte da cidade espiritual ''Nosso Lar''.  

Participantes: Indefinido.

Tempo Estimado: Indefinido.

Material: 1 folha de papel kraft , metade do papel sulfite A4 (quantidade suficiente conforme o número de alunos) , lápis de escrever, borrachas, lápis de cor, canetinhas coloridas, tesouras.

Descrição:  O Evangelizador deverá escrever, previamente,  na folha de papel Kraft na parte superior o seguinte título : ''Colônia espiritual: Nosso Lar'' (se possível, desenhar a estrela de 6 pontas ). E depois deverá escrever, separadamente, em cada folha de sulfite os elementos da cidade espiritual,  tais como:  parque (árvores e jardim), casa, rio azul (grande reservatório de água fluídica da colônia), o aeróbus (espécie de carro aéreo), hospital, escola, Espírito, alimentos (frutas), animal doméstico (cães, aves), edifício da governadoria, Ministério da União divina, Ministério da elevação, Ministério do Auxílio, Ministério de Regeneração, Ministério da Comunicação, Ministério do Esclarecimento.  Na sala de aula, deverá distribuir uma folha de sulfite para cada aluno e pedir para que eles desenhem e pintem o elemento que foi sugerido na sua folha.  Após terminarem, deverão recortar e colar o desenho sobre o papel kraft nos locais devidos.

Comentário: As regiões espirituais são mais vastas do que as regiões físicas do Universo que conhecemos — um Universo mais amplo dentro de outro! “Nosso Lar”, de André Luiz, é apenas um pedacinho…(O Evangelho de Chico Xavier. Item 185. Carlos A. Baccelli)

Obs 1.:  Se houver muitos alunos, os seguintes elementos poderão ser repetidos: parque, casa, Espírito, alimentos, animal doméstico,  aeróbus.

Obs 2.: As crianças  poderão utilizar como referência  os desenhos do livro ''Cidade do Além'' da médium Heignorina Cunha, que através de desdobramento espiritual durante o sono, amparada pelo Espírito Lucius, visitou por várias vezes a cidade espiritual "Nosso Lar".

Obs 3.:  Mencione-se, desde logo, que existem dois desenhos: o primeiro que abrange apenas a estrela, onde se localiza a  Governadoria e os conjuntos habitacionais, inscritos dentro dela, destinados aos trabalhadores de cada Ministério; o segundo já  engloba, mais além, os conjuntos residenciais que, conquanto ainda afetos aos trabalhadores do Ministério, podem ser adquiridos por estes , através de "bonus - horas" e são suscetíveis de transmissão hereditária. (...)Nos espaços que medeiam entre um núcleo habitacional e outro, seja em direção à muralha seja em direção ao núcleo correspondente ao Ministério vizinho, existem grandes parques arborizados onde se erguem outras construções que não foram detalhadas na planta, destinadas ao lazer ou serviços aos habitantes. Vê-se, por exemplo, no parque do Ministério da Regeneração, a locação do seu Parque Hospitalar; no Ministério da União Divina, o Bosque das Águas e, no Ministério da Elevação, o Campo da Música, todos referidos no livro Nosso Lar.  (Cidade do Além. Heignorina Cunha)

(...) Aves de plumagens policromas cruzavam os ares e, de quando em quando, pousavam agrupadas nas torres muito alvas, a se erguerem retilíneas, lembrando lírios gigantescos, rumo ao céu. (...) Identificava animais domésticos, entre as árvores frondosas, enfileiradas ao fundo. (Nosso Lar. Cap. 7. André Luiz/ Chico Xavier).

Só existe maior suprimento de alimentos semelhantes aos da Terra nos Ministérios da Regeneração e do Auxílio, onde há sempre muitos necessitados. Nos demais há somente o indispensável. Na Comunicação e no Esclarecimento há enorme dispêndio de frutos. Na Elevação o consumo de sucos e concentrados não é reduzido, e, na União Divina, os fenômenos de alimentação atingem o inimaginável. (Nosso Lar. Cap. 18. André Luiz/ Chico Xavier).

As almas operosas conquistam o bônus-hora e podem gozar a companhia de irmãos queridos, nos lugares consagrados ao entretenimento, ou o contacto de orientadores sábios, nas diversas escolas dos Ministérios em geral. (Nosso Lar. Cap. 22. André Luiz/ Chico Xavier).

 

(baseada no livro Nosso Lar. Espírito André Luiz. Psicografado por Chico Xavier)