As duas irmãs

Lúcia e Marina são duas irmãs muito diferentes uma da outra.

Lúcia é meiga, bondosa e estudiosa.

Marina ao contrario, não gosta de estudar. Só se preocupa com a vaidade. Só quer vestidos novos, sapatos, jóias. Tudo que vê cobiça. Tudo o que os outros têm Marina também quer.

Mamãe se preocupa muito com isso. Diz a mamãe a Marina:

- Tenha paciência, as coisas não são como você quer. Precisamos saber se Papai pode comprar, se o dinheiro que ganha dá para este gasto.

Marina sempre teimosa bate o pé, quero, quero e quero. Por isso é uma menina aflita, inquieta e na sua fisionomia reflete-se o seu estado de alma. Sempre mal humorada e nervosa, com o olhar procurando ver o que os outros possuem. Vive inquieta e insatisfeita, porque sempre está invejando as outras crianças.

Lúcia, ao contrario, se contenta com o que possui. Por isso vive feliz. Suas roupas estão sempre limpas, seus sapatos engraxados e os cabelos bem penteados. É amiga dos bichinhos, das plantas e dos passarinhos. Paciente e atenciosa com todos. Por isso todos gostam dela e se sentem felizes em sua companhia. Não inveja as outras crianças. Por isso é bonita, seus cabelos e olhos têm o brilho da felicidade.

Lúcia pensa assim: Para que precisamos de tantas roupas? Tantos pares de sapato? Há tantas crianças que não tem nem um agasalho para o frio! Crianças que andam descalças e não tem às vezes nem o pão para alimentá-las. Isso que é triste.

Diz Lúcia para sua irmã:
- Devemos visitar a casa dos pobrezinhos para levar-lhes alguma coisa de que necessitam. Vamos com mamãe hoje fazer um plantão no Albergue Noturno, lá tem algumas crianças que vem de cidades distantes e pobres de recursos, tratarem-se no hospital daqui da cidade porque estão doentes. Fico penalizada. Ajudo no que posso... São magrinhas e tristes, mal tem um par de chinelos. Ficam tão felizes quando levamos roupas e brinquedos... Jesus nos ensinou amar ao próximo, como amamos nossa família e amigos.

Deus nosso Pai sabe de tudo o que necessitamos Lúcia, e desde que procuremos ser justos e bons nada nos faltará. Se formos calmos e caridosos, teremos paz, saúde e harmonia no lar. Papai e Mamãe nos dão tudo o que precisamos e nossa vida decorrerá de forma que nada nos falte. O importante é saber disso: Estudar para aprender, ser bondoso e humilde para viver feliz. Não será essa a felicidade que todos procuramos?
VAMOS JUNTAR TESOUROS PARA A ESPIRITUALIDADE?

Mas, Marina cujo coração ainda padece endurecido diz aborrecida:

- Prefiro vê TV! Hoje vai passar um seriado legal e meus desenhos preferidos!

(autor desconhecido)