A ponte

            Juca e Filinto eram irmãos e moravam, com a mãe, em um sítio ao pé da serra, rodeados pela natureza e abençoados pela terra fértil.

            Dona Joaquina, sua mãe, sentia-se orgulhosa deles, afinal, Juca e Filinto eram extremamente a amigos preocupando-se cada um com o bem do outro constantemente. Agiam assim porque se amavam.

            Certa vez, ambos resolveram visitar um tio que há muito tempo não viam. Consultaram sua mãe e ela preparou um bolo de fubá para os moços levarem ao parente distante.

             Partiram no dia seguinte, antes do galo cantar.

            A certa altura do caminho, depararam com uma ponte sobre um rio muito largo e fundo, e com um aviso em ma tabuleta: "Ponte quebrada. Passar uma pessoa por vez."

            Obedecendo ao aviso, Juca passou sozinho, sendo seguido por Filinto. Chegando ao outro lado, este último comentou: -Ainda bem que lemos o aviso, pois se atravessássemos juntos, a ponte teria ruído e teríamos nos machucado na queda.

            - Mesmo assim, - falou Juca - uma pessoa mais pesada corre o risco de cair. E pode acontecer também de alguém não saber ler. Acho melhor repararmos aluguel em santos a situação!        Então os dois se puseram no trabalho.

            Trocaram as partes apodrecidas da ponte por pequenos troncos encontrados ali perto, amarrando-os muito em com cipós. Após algum tempo, a ponte estava novamente segura.

             Seguiram viagem. Chegando à casa do tio, foram recebidos com muita alegria. A mesa foi posta para o almoço e o bolo de fubá de dona Joaquina foi a sobremesa saboreada.

            À tardinha puseram-se de retorno.

             De repente, foram surpreendidos por uma cobra, que avançou contra Juca, picando-o na perna.

            Depois de espantar a serpente, Filinto improvisou um torniquete, a fim de evitar que o veneno se espalhasse peIo corpo. Pôs o irmão nas suas costas, carregando-o o resto do trajeto, pois Juca sentia muita dor e não podia caminhar.

            Chegaram novamente à ponte e Filinto suspirou aliviado. Se não a tivessem consertado antes, ele não poderia passar com o irmão sobre os ombros, agora, perdendo tempo precioso no socorro ao ferido.

            Foi assim que o amor dos dois irmãos pelo próximo, salvou a vida de Juca. GLOSSÁRIO Ruir - cair com ímpeto e depressa, desabar. Torniquete - instrumento destinado a apertar, ou a cingir, apertando.

( Fonte: Apostila da FEB)