A Parábola do Semeador

E agora vou contar-lhes uma bonita parábola de Jesus; chama-se aparábola do semeador.

— Parábola! O que é parábola, dona Lina, perguntamos curiosos.

— Parábolas são pequeninas histórias que encerram sempre um ensinamento. Jesus recorria muito a parábolas para ensinar ao povo.

Um dia um semeador saiu a semear trigo em seu campo. Uma parte dassementes caiu na beira da estrada, foi pisada pelos que passavam e ospassarinhos comeram-nas. Um punhado caiu entre pedregulhos, nasceu maslogo secou. Outra parte caiu entre espinhos. Os espinheiros cresceram eafogaram as plantinhas. E por fim muitas caíram em boa terra; germinaram,cresceram e deram muito trigo; cada grão produziu cem.

— Tal e qual a horta que o Antônio fez; onde tinha pedras, não deu nada,disse dona Leonor.

Todos olhamos para o sr. Antônio, que procurou justificar-se explicandoque não percebera as pedras sob a leve camada de terra. Dona Lina riu econtinuou:

- Vou dar-lhes o sentido da parábola do semeador. O campo que o homemsemeou é o mundo; as sementes são os ensinamentos divinos que Jesus nos trouxe. Quem ouve os ensinamentos e não os pratica, é como a semente que caiu na beira da estrada, pisada pelos caminhantes e comida pelo passarinhos. Outros recebem com prazer os ensinamentos mas pouco tempo depois os esquecem; são os que receberam a semente entre pedregulhos.

Aqueles que recebem a semente entre espinheiros são os que acham difícil praticar as lições divinas e preferem viver entregues aos negócios do mundo.

Finalmente os que recebem a semente em boa terra, são todos aqueles que procuram viver de acordo com as lições de Jesus.

— E como é que se vive de acordo com as lições de Jesus, dona Lina? perguntou a Cecilia.

— Fazendo sempre o bem e perdoando as ofensas que os outros nos fizerem, respondeu prontamente o Roberto.

— Isso mesmo, confirmou dona Lina. Jesus compara o mundo a uma grande roça onde devemos plantar as sementinhas do bem, as quais, germinando, farão a humanidade feliz.

— Mas o mundo é tão grande, Lina! suspirou dona Aninhas.

— De fato, Jesus também notou a extensão do trabalho; por isso disse a seus discípulos:

— “A seara verdadeiramente é grande e os trabalhadores são poucos.

Peçam ao Senhor da seara que mande trabalhadores para sua seara”.

Quero ver em que terreno vão cair as sementes que hoje estou plantando no coração de vocês.

— Esperemos que nossos corações sejam terra boa, onde frutifiquem as lições do bem, disse dona Leonor.

(O Evangelho da meninada. Eliseu Rigonatti )